O Special One de Queluz – Entrevista a Filipe Martins

Por Emanuel Melo Maio 19, 2017, em Clubes Portugueses

O Special One de Queluz – Entrevista a Filipe Martins

Anterior1 de 2Próximo

entrevistas bola na rede

Bola na Rede (BnR): Filipe, em primeiro lugar muitos parabéns pela subida. Era o principal objetivo do clube ou foi uma surpresa o primeiro lugar atingido?

Filipe Martins (FM): O objetivo desde o primeiro dia sempre foi a subida, sabendo que era um objetivo difícil de alcançar mas que não tivemos medo de o assumir.

BnR: Como é que classifica esta caminhada? O CPP é um campeonato complicado?

FM: Esta ‘caminhada’ foi a todos os níveis excepcional. Tanto na taça como no campeonato, que é uma prova extremamente difícil, onde 80 equipas lutam por duas vagas e mais duas vão a um play-off com equipas profissionais e onde sabemos que à partida saem em desvantagem. Este ano quase todas as equipas treinavam de dia, o que aumentou ainda mais a qualidade que já existia, quer ao nível de jogadores como de treinadores, tornando principalmente a segunda fase extremamente competitiva.

BnR: O que é que acha que foi preponderante para a equipa atingir o primeiro lugar?

FM: Antes de mais aquilo que é fundamental, ter jogadores de qualidade,como era o caso. E depois formámos um grupo bastante coeso a todos os níveis. Apesar de muito jovens, a qualidade e organização coletiva prevaleceu sobre a maior maturidade de algumas equipas adversárias.

Fonte: Real SC

Fonte: Real SC

BnR: E agora o jogo para o apuramento de campeão. Também discorda do calendário da liga, que coloca este jogo só para daqui a três semanas?

FM: Como é obvio gostaria de jogar logo após o final da segunda fase até porque a 2ª Liga começa muito cedo devido ao início da Taça CTT e os jogadores vão ter menos tempo de férias ma,s se foi a Calendarização que a FPF escolheu, só temos de respeitar a mesma.

BnR: Quais são os pontos fortes do Real?

FM: A qualidade individual dos seus jogadores aliada a um sentido coletivo notável, em torno das ideias da equipa.

BnR: Pretende continuar no clube ou tem propostas para sair?

FM: Estou completamente disponível para o que a direção entender, sei que o meu trajeto tem sido acompanhado mas a minha cabeça está completamente focada no Real SC.

BnR: Acha que este Real tem condições para chegar, no futuro, à primeira liga?

FM: Acho que no futuro terá, mas acima de tudo o que é mais importante no momento é estabilizar a equipa na 2ª Liga.

Anterior1 de 2Próximo
Emanuel Melo
O Emanuel está no terceiro ano da licenciatura em Comunicação Social e Cultura. Vem da terra do Pauleta, das paisagens deslumbrantes e do queijo Terra Nostra. Benfiquista desde que se conhece. Gosta de ver a Premier League e espera um dia poder vir a ser relatador de futebol.                                                                                                                                                 O Emanuel escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

Comentários

Por Emanuel Melo Maio 19, 2017, em Clubes Portugueses

Figura e Fora-de-Jogo da Semana

24/05/2017

Vasco Moreira

Redator

Pepa

Provou que o bom futebol é o caminho. Com uma proposta de jogo muito positiva alcançou a manutenção do Tondela quando já poucos acreditavam.

Arouca FC

Não acautelaram devidamente a saída de Lito Vidigal, muito menos a de Manuel Machado, subestimaram os adversários e acabaram despromovidos, numa época em que disputaram a Liga Europa.