Liverpool: O tão aguardado regresso da glória

Por Diogo Fresco Agosto 7, 2017, em Liga Inglesa

Liverpool: O tão aguardado regresso da glória

Cabeçalho Liga Inglesa

 

Este ano é esperada uma grande campanha do Liverpool. O que não é para menos. Ao comando de um treinador muito capaz de criar equipas “modestas”, mas fortíssimas e incansáveis em campo (caso do seu inesquecível Dortmund de 2011, 2012 e 2013). Assiste-se a uma era em que o Liverpool é irreconhecível, atendendo ao que diz a sua história.

Obteve um excelente desempenho nesta pré temporada: participou em dois torneios bastante bem cotados, como é o caso da Premier League Asia Trophy e da Audi Cup. A primeira, disputada com Crystal Palace, WBA e Leicester City, venceu, ao se ter apurado com uma sólida vitória por 2-0 sobre os eagles (Crystal Palace), e na final ter dado a volta ao marcador, depois de Slimani ter colocado os foxes vantagem.

Na Audi Cup, apurou-se com uma surpreendente goleada (3-0) sobre o clube organizador, nada mais nada menos do que o Bayern de Munique. Na final, perdeu no desempate por grandes penalidades contra o Atlético de Madrid. No somatório final, balanço bem positivo, e água na boca dos adeptos.

 

Mané pode surpreender ao serviço dos reds Fonte: Liverpool FC

Mané pode surpreender ao serviço dos reds
Fonte: Liverpool FC

Para celebrar o seu 125º aniversário, o Liverpool disputou um encontro muito especial: o Hertha de Berlim também celebra 125 anos, e então as duas equipas realizaram esse confronto simbólico e festivo para ambas as partes, partida que ocorreu no Olympiastadion. O Liverpool levou a melhor e venceu por 3-0.

O último teste antes das competições oficiais foi diante do Atlético de Bilbau. Ao intervalo, constava 1-1 no placard. Coutinho adiantara os reds de penalty, mas Williams pouco depois devolvia o impasse no marcador. Klopp, ao intervalo, dos 11 que lançou no jogo, apenas deixou Mignolet em campo! O jogo estava empatado, e com a inclusão de muita “miudagem” em campo, melhor resposta o técnico alemão não poderia receber. O jogo acabou com o Liverpool vitorioso, por 3 bolas a uma, com destaque para o galês Woodburn, e para Solanke, de 17 e 19 anos, respetivamente! Para além de serem os autores dos tentos que selaram a vitória, demonstraram que já têm nível para fazer parte da campanha dos de Anfield já em 2017/18.

O primeiro jogo oficial está marcado para 12 de Agosto, diante do Watford, que é orientado por Marco Silva. Neste pré temporada, os jogadores demonstraram uma energia absolutamente incrível, assumiram-se como uma equipa recheada de gente trabalhadora, muito prestável cada jogador com o outro, mesmo de setores diferentes. Um entrosamento muito alto, o que não é tão normal no início de época. Muitas soluções à disposição de Klopp, como se pôde ver na partida frente ao Bilbau. Mas isso não diz tudo. Uma época é longa, e fadiga acumulada, jogos de elevada pressão mental e física requerem uma equipa completamente solidificada. Neste caso concreto do Liverpool, na minha opinião, está bem encaminhado para consistir num sério candidato à disputa, pelo menos, dos primeiros três lugares da tabela classificativa. Numa liga que, em primeira instância, a consistência é uma meta fundamental para chegar ao sucesso, seja no 1º, 2º, 3º ou no 4º posto!

Este Liverpool é entusiasmante, e não é caso para menos. Com talento, irreverência, bom toque de bola, boas combinações, grandes golos, num 4x3x3 compacto, em que os extremos recuam e sobem, recuam e sobem, a equipa gira em torno da bola, uma equipa incansável, muito bem organizada e, sobretudo, muito bem orientada. Todos os créditos para Klopp, que está a encaminhar muitíssimo bem este gigante adormecido.

 

Jurgen Klopp espera festejar no final da época Fonte: Premier League

Jurgen Klopp espera festejar no final da época
Fonte: Premier League

Mas, o alemão irá ter dificuldade em apresentar em campo Mané, Coutinho, Salah, e Firmino em simultâneo. A não ser que jogue com Coutinho mais no miolo e não no extremo. Mané e Salah reforçaram bastante esta equipa, pois são duas grandes armas na criação de oportunidades de golo. O mesmo se diz de Coutinho, mas talvez pela sua melhor contemporização e qualidade de passe, seja o indicado, entre os 4, a recuar no terreno. Não sei se será o melhor, mas Klopp terá de saber. A não ser que seja transferido, já que o Barça busca alternativa a Neymar Jr.

Neste momento, o boletim clínico contém nomes como Lallana, Henderson (c), Sturridge e o já referenciado Philipe Coutinho. Todos eles com estatuto de titular. Perante esta eventualidade de haver um registo avultado de lesionados,  a equipa ficaria melhor balançada com a aquisição de um central, um defesa esquerdo e um ponta de lança.

Uma equipa recheada de qualidade, com um bom guarda redes, Mignolet, dois centrais competentes, Sakho e Lovren, um defesa esquerdo bastante ofensivo, Alberno Moreno, um médio defensivo de classe mundial, Emre Can, já para não falar de Wijnaldum e Henderson. Na frente, já sabem…

Diogo Fresco
Fã de um futebol que, julga, não voltará a ver, interessa-se por praticamente tudo o que envolve este desporto, dando larga preferência ao que ocorre dentro das quatro linhas. Vibra bastante com a Seleção Portuguesa de Futebol.                                                                                                                                                 O Diogo escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

Comentários

Por Diogo Fresco Agosto 7, 2017, em Liga Inglesa

Figura e Fora-de-Jogo da Semana

13/08/2017

Nélson Mota

Redator

Real Madrid CF

Os merengues deixam bem encaminhado o jogo para a segunda mão da Supertaça Espanhola. A equipa de Zidane parece vir a superiorizar-se ao Barcelona quebrando a sua hegemonia em Espanha e na Europa.

Cristiano Ronaldo

El Clássico não é El Clássico se não houver polémica. Desta vez CR7 esteve no centro de toda a polémica. Foi expulso e, de cabeça perdida, deu um empurrão ao árbitro e sofreu um castigo de 5 jogos.