Desculpa, Gonçalo Guedes!

Por Tomás Gomes Novembro 11, 2015, em SL Benfica

Desculpa, Gonçalo Guedes!

cabeçalho benfica

Desculpa. Peço desculpa a Gonçalo Guedes. Peço-lhe desculpa porque, há alguns artigos atrás, o critiquei injustamente; não soube ter visão. Disse que um jogador tão certinho, tão colado à linha, nunca poderia ser o substituto de Salvio, um jogador feroz que sabe desequilibrar o jogo como poucos. Afinal enganei-me; ainda bem que me enganei!

Gonçalo Guedes precisava disto: precisava de jogar! Precisava de que o lançassem e de meter os pés na terra. De ver que era craque na equipa B mas que aqui seria apenas uma entre muitas alternativas. Ele sentiu isso. Sentiu e viu-se nele vontade de crescer de jogo para jogo. Começou certinho, por vezes a comprometer no sector mais recuado e a não sair muito bem com a bola nos movimentos de transição. Mas o jogador soube superar-se. Soube tirar o melhor do seu conhecimento táctico. Soltou-se um pouco mais da linha e começou a aparecer mais no meio. Está a fazer-se um grande extremo direito e, nunca pensei dizer isto, vai dificultar, em muito, a vida a Salvio quando este regressar de lesão.

A ascensão desta jovem pérola até à equipa principal, e depois até ao onze inicial, vale muito mais que qualquer aquisição que o Benfica poderia ter feito. Porquê? Este não precisa de que lhe mostrem o museu do Benfica, não precisa de saber que o emblema que leva ao peito vale mais do que qualquer outro. Este viu os seus colegas, também rotulados como promessas, partir sem sequer fazerem mais do que meia dúzia de jogos pela equipa principal. Mesmo assim ele não desistiu. Continuou a lutar e a dar o seu melhor sempre que era chamado. E agora? Agora marca golos, parte defesas e dá sustentabilidade ao lado direito do Benfica. A parceria Nélson Semedo – Gonçalo Guedes dá garantias, vai dar títulos e é para durar.

O jovem português vive um momento incrível na carreira. Promete!; Fonte: Facebook oficial do Sport Lisboa e Benfica

O jovem português vive um momento incrível na carreira. Promete!
Fonte: Facebook oficial do Sport Lisboa e Benfica

Atenção! Isto não acaba aqui. O físico, o conhecimento táctico, as movimentações da linha para o centro e o remate colocado podem fazer do jovem de Benavente um grande jogador do futebol mundial. Já andam todos de olho nele. Este pode vir a ser um ala daqueles que marcam tantos golos como os ponta-de-lança; pode ser daqueles que decidem jogos, que fazem golos de levantar estádio: pode ser o próximo embaixador do Benfica.

Com Jorge Jesus o Gonçalo não estaria onde está hoje. Não estaria a marcar consecutivamente, a fazer boas exibições e a encabeçar a lista de escolhidos para a Selecção Nacional A. E aí está a magia de Rui Vitória. O treinador ribatejano não vai deixar as pérolas sair; muito menos sem as aproveitar e tirar o sumo devido de cada um deles. Quem me dera que Vitória tivesse chegado antes de João Cancelo e Bernardo Silva serem vendidos… Mas não vale a pena chorar sobre o leite derramado. Vamos continuar. Vamos continuar a trabalhar e a fazer crescer aqueles que amam o clube.

Agora só há duas coisas a fazer:

1 – Desejar que Jorge Mendes não venda Gonçalo Guedes a nenhum fundo ou faça um negócio de 15 milhões com o Valência ou o Mónaco;

2- Dar os parabéns ao Gonçalo e pedir desculpa. Há que saber admitir os erros, e o meu erro foi não perceber o talento que estava por explorar neste jovem; foi não perceber que o rapaz só precisava de jogar.

tomas-gomes

Tomás Gomes

O Tomás é sócio do Benfica desde os dois meses. Amante do desporto rei, o seu passatempo favorito é passar os domingos a beber imperial e a comer tremoços com o rabo enterrado no sofá enquanto vê Premier League.                                                                                                                                                 O Tomás escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

Comentários

Por Tomás Gomes Novembro 11, 2015, em SL Benfica

Figura e Fora-de-Jogo da Semana

13/11/2017

Jorge Faria de Sousa

Redator

Eric Dier

O defesa inglês é hoje uma das estrelas do futebol britânico e estreou-se enquanto capitão da seleção inglesa no passado fim de semana.

Presidente Câmara Oliveira do Hospital

Criticou a FPF, alegando que o distrito de Coimbra foi esquecido nestes jogos particulares. Espera-se que no futuro próximo, a FPF possa levar o futebol solidário ao distrito de Coimbra.