Gabriel Barbosa: Uma estrela que ainda não ascendeu

Por César Mayrinck Novembro 12, 2017, em Liga Brasileira

Gabriel Barbosa: Uma estrela que ainda não ascendeu

Anterior1 de 2Próximo

Cabeçalho Futebol Internacional

O atacante Gabriel Barbosa foi considerado a maior revelação do futebol brasileiro após a Era Neymar. Conhecido como “Gabigol”, o jovem atacante sempre mostrou muita potencialidade quando atuava no Santos. Com apenas 18 anos era titular da equipe e mostrava que poderia se tornar o novo ídolo dos torcedoes santistas. No futebol brasileiro o atacante concorria com outro jovem atacante para ser a maior revelação da temporada. Gabriel Barbosa do Santos e Gabriel Jesus do Palmeiras – atualmente no Manchester City – enchiam os olhos dos torcedores e dividiam opiniões de quem era o melhor.

Gabriel Barbosa demonstrava ser um atacante diferenciado. Habilidoso, rápido e com faro de gol. O atacante tinha no Santos uma movimentação no ataque muito forte. Com a camisa alvinegra o atleta disputou 149 jogos e marcou 56 gols. O destino do jogador parecia certo e uma transferência à Europa era questão de tempo. E foi um tempo bastante curto, pois na janela de transferências de verão da temporada passada a Inter de Milão contratou o jogador junto ao Santos por 29,5 milhões de euros.

Na Itália a expectativa sobre o jogador eram as melhores possíveis. Chegou no clube de Milão com status de ser o “Novo Ronaldo” e a titularidade da equipe era dada como certa. Porém, as coisas não ocorreram muito bem para o atacante. Pouco utilizado pelos treinadores que assumiram a Inter na temporada 2016/17, o atacante atuou em apenas 10 partidas e fez somente um gol. Além do fraco desempenho dentro de campo o jogador colecionou problemas extra campo. O episódio mais marcante foi quando o atacante abandonou o banco de reservas – no jogo da Inter contra a Lazio – ao ver que não entraria mais em campo.

O então treinador da equipe de Milão, Stefanno Vecchi, disse na época: “Esperava entrar? Talvez, como todos aqueles que estavam sentados no banco. Ele provavelmente tinha grandes expectativas, assim como o clube e os fãs tinham sobre ele. Nem sempre é culpa do treinador, ele tem algumas boas qualidades que devo colocar a serviço do time. Por que não encontrou espaço com nenhum dos treinadores  nesta temporada.”

Anterior1 de 2Próximo
César Mayrinck
Enquanto criança queria ser jogador de futebol e para o bem dos torcedores do Atlético Mineiro não foi aprovado no teste. Encontrou nas palavras a melhor maneira de se expressar sobre a sua paixão, o futebol. Amante do futebol brasileiro e do futebol alternativo, acorda facilmente às três horas da madrugada para ver um jogo do campeonato neozelandês.                                                                                                                                                 O César escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.
César Mayrinck

Últimos Artigos por César Mayrinck (ver todos)

Comentários

Por César Mayrinck Novembro 12, 2017, em Liga Brasileira

Figura e Fora-de-Jogo da Semana

13/11/2017

Jorge Faria de Sousa

Redator

Eric Dier

O defesa inglês é hoje uma das estrelas do futebol britânico e estreou-se enquanto capitão da seleção inglesa no passado fim de semana.

Presidente Câmara Oliveira do Hospital

Criticou a FPF, alegando que o distrito de Coimbra foi esquecido nestes jogos particulares. Espera-se que no futuro próximo, a FPF possa levar o futebol solidário ao distrito de Coimbra.