Ir a Braga partir pedra…

Por João Neves Janeiro 11, 2018, em SL Benfica

Ir a Braga partir pedra…

sl benfica cabeçalho 1Ir a Braga partir pedra… para o penta! É esta a verdade, a jornada de Braga pode ter em disputa apenas três pontos mas não será certamente uma partida com muitas facilidades.

Estamos a poucos dias da jornada que os nossos rivais mais vão querer ter em atenção e onde podemos, por um lado continuar na luta, por outro perder velocidade e complicar em muito o campeonato. O Sporting de Braga atravessa um ótimo momento de forma com Abel Ferreira a provar, jornada após jornada, que não é apenas “mais um técnico”. É sim o técnico que o clube minhoto precisava. Seja em 4-3-3, 4-2-3-1 ou em 4-4-2, o Braga é uma equipa perigosa e com um estilo de jogo bem vincado (já para não falar da união do plantel). O Benfica terá assim que partir pedra na defesa do clube do norte mas ter também uma atenção bem reforçada com os homens mais ofensivos da equipa. Além de nomes como Paulinho e Hassan, os extremos da equipa são também peças que mostram muito bom trabalho na hora de finalizar ou de simplesmente subir no terreno… fintando sem medo!

Dois nomes que merecem esta atenção são: Wilson Eduardo e Fábio Martins. Então para o segundo, o golo decisivo da última jornada frente ao Rio Ave mostra aquilo, onde, o Benfica não pode falhar; o Benfica não pode permitir que o jovem jogador suba no terreno e finalize como deseja. Para travar a boa forma ofensiva do Braga, jogadores como Grimaldo (ofensivo), devem pensar duas vezes antes de subir em demasia no terreno. Os desequilíbrios táticos podem ser fatais em jogos deste género e nesta “final” não podemos dar-nos ao luxo de marcar o primeiro e baixar as linhas para defender. Já no meio campo, os processos defensivos devem ser perfeitos tentando assim nem dar trabalho aos defesas encarnados.

Para ir buscar pontos à "Pedreira" o Benfica tem de estar a 100% Fonte: SL Benfica

Para ir buscar pontos à “Pedreira” o Benfica tem de estar a 100%
Fonte: SL Benfica

Na frente, nos momentos de decisão, a taxa de sucesso tem de ser 100%. Eu sei que é difícil pedir isto mas a verdade é que o Benfica perde tantas, e tantas, mas tantas ocasiões de golo que desespera qualquer adepto. Responsável por estas taxas de sucesso está Jonas que, como se viu com o Moreirense, precisa de cinco oportunidades para marcar um golo. Algo que não é aceitável, nem ao Jonas, nem a qualquer ponta-de-lança do Benfica.

O jogo de Braga não será certamente fácil mas se fizermos um jogo como fizemos frente ao Sporting e com a estratégica como fizemos em Moreira de Cónegos, os três pontos são possíveis de alcançar. Chutando assim o Braga para baixo e continuando a dar pressão aos rivais diretos.

Benfiquistas, siga a Braga partir pedra?!

Foto de Capa: SL Benfica

joao-neves
O João é benfiquista desde que se lembra. Nascido e criado em Aveiro, com uma experiência de cinco anos de vida em Moçambique, vive em Lisboa desde Agosto de 2015. A acompanhar os jogos do Benfica desde sempre e sem falhar a presença no Estádio da Luz pelo menos uma vez por ano, desde sempre que escreve textos pessoais acerca do Benfica e sobre o futebol em geral. Com coragem para defender e criticar o clube da Luz sempre que for preciso, tem mais interesse pela arte do futebol praticado do que pelas polémicas ou aspectos que mancham o desporto rei.                                                                                                                                                 O João escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.
joao-neves

Últimos Artigos por João Neves (ver todos)

Comentários

Por João Neves Janeiro 11, 2018, em SL Benfica

Figura e Fora-de-Jogo da Semana

15/01/2018

Diogo Janeiro Oliveira

Editor

Bas Dost

Mais um hat-trick do avançado holandês, que atingiu os 60 golos em ano e meio no Sporting. Uma verdadeira máquina de fazer golos, o abono de família dos leões.

Real Madrid CF

Derrota em casa frente ao Villarreal e já são dezanove os pontos de distância para o Barcelona. Os merengues estão a fazer um campeonato horrível.