Luisão: já começou a luta pela sucessão

Por Tomás Gomes Fevereiro 9, 2016, em SL Benfica

Luisão: já começou a luta pela sucessão

sl benfica cabeçalho 2

O clássico de sexta-feira está aí à porta, e o coração dos adeptos já começa a palpitar. Já se combina o encontro na tasca do costume para se ver o jogo com os amigos. O SL Benfica joga em casa e vai no seu melhor momento da época. O FC Porto, por outro lado, vai na sua pior altura. Para a equipa da Luz a única dúvida que se levanta é a dupla de centrais. Qual será? Teremos Lisandro recuperado a tempo? Lindelof manterá a titularidade, ou Rui Vitória irá adaptar Samaris? Estas questões remetem-nos para uma discussão importante, talvez a mais importante desde a crise no lado esquerdo da defesa encarnada: quem irá suceder a Luisão?

O Luisão é mais do que um jogador. Já nos tempos de Jesus era uma peça vital. Sabe comandar a equipa, transmite garra e não dá um lance por perdido. Sente a camisola como poucos e incute isso aos recém-chegados – viu-se no jogo de estreia de Renato Sanches, em que este saltou do banco, já em período de descontos, e fez uma troca de bola simbólica com o capitão. Para mim é o jogador mais icónico do Benfica desde que sou vivo, mas não posso ser cego. O capitão da Luz, o homem que sempre ficou e viu os seus parceiros partirem, já não vai para novo; as lesões já demoram mais a cicatrizar, o ritmo competitivo demora mais a ser alcançado, e, depois de duas épocas incríveis, o rendimento já não é o mesmo.

Para mim, há quatro centrais de grande nível no Benfica: Jardel, Lisandro Lopez, Lindelof e Fábio Cardoso (este último emprestado ao Paços de Ferreira). Para mim, quem cumprirá o papel de Luisão, ou seja, quem vai ser o patrão da defesa, o comandante atrás da linha do meio-campo, será Jardel. O brasileiro soube esperar tranquilamente pela sua oportunidade e ao mesmo tempo ir aprendendo. Cresceu imenso e tornou-se um central de grande craveira. A questão acaba por me fugir e muda: quem será o novo companheiro de Jardel?

A minha resposta vai ser suspeita. Lisandro Lopez. Eu nutro uma grande admiração por este jogador, sobretudo pela forma como ele vibra pelo Benfica. Sente-se que tem amor à camisola; os gritos pela equipa, a raça, o jogo de cabeça e a sua idade fazem antever um futuro patrão da defesa encarnada. É um jogador à Benfica.

Jardel, Lisandro Lopez, Lindelof e Fábio Cardoso podem render Luisão Imagens: SL Benfica

Fábio Cardoso, Jardel e Lindelof são opções para render Luisão
Imagens: SL Benfica

Apesar disso não devemos desconsiderar as outras duas opções, especialmente porque Jardel não é muito mais novo do que Luisão, e outra vaga não se tardará a abrir pelo ciclo do tempo. Lindelof é um jogador que pode fazer três posições: defesa-central, defesa-direito e médio-defensivo. Não faz lembrar ninguém? Vejo-o mais como André Almeida, um jogador da casa que conhece muito bem o clube e que irá crescer dentro dele. A maior vantagem do sueco é a sua margem de progressão, que é imensa. Não nos esqueçamos de que no Europeu de sub-21 fez grandes prestações a defesa-direito. Por isso deixa-me mais reticente na escolha. Falta ainda Fábio Cardoso, um jogador do qual eu sou um grande fã. Fábio tem tudo para regressar do Paços de Ferreira e vingar no Benfica. Obviamente terá de ser paciente, mas já mostrou ser um jogador muito trabalhador e muito dedicado, que aproveitou muito bem estes dois empréstimos consecutivos. É um jogador da formação, que dará mais força à marca ‘made in Seixal’ . Nos jogos que vejo da equipa do Paços e dos jogos que vi dele no Benfica B, fiquei com muito boa impressão. É um jogador raçudo.

Tudo isto são suposições, claro. Até se reformar, Luisão ainda dará muitas alegrias ao Benfica. Muitos jogadores entrarão e sairão porque hoje em dia é raro encontrar lealdade como esta, compromisso como este e dedicação como esta. Serve este texto para relembrar o que Rui Vitória tem mostrado desde que começou 2016: que dentro do Benfica há muitas opções viáveis e de qualidade. Construímos um grande plantel, que tem crescido muito, e cada vez mais temos jogadores que vêm e que ficam apaixonados pelo clube que os abraça. É normal, quem não ficaria depois de usar sobre as costas o manto encarnado?

Foto de Capa: SL Benfica

tomas-gomes

Tomás Gomes

O Tomás é sócio do Benfica desde os dois meses. Amante do desporto rei, o seu passatempo favorito é passar os domingos a beber imperial e a comer tremoços com o rabo enterrado no sofá enquanto vê Premier League.                                                                                                                                                 O Tomás escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

Comentários

Por Tomás Gomes Fevereiro 9, 2016, em SL Benfica

Figura e Fora-de-Jogo da Semana

21/08/2017

Rúben Tavares

Redator

Zinedine Zidane

A forma como lidera egos exponenciais de um plantel galático amealha sucesso atrás de sucesso. A Supertaça de Espanha foi o mais recente e sétimo arrecadado por 'Zizou' em dois anos...entre os quais...duas 'Champions'...seguidas!

Vitória SC

13 golos sofridos em 4 jogos oficiais são números sinistros...ainda para mais no quarto classificado da temporada passada. Pedro Martins tem pela frente dolorosas insónias.