SL Benfica 1–2 PFC CSKA Moscovo: Mais do mesmo…

Por Pedro Afonso Estorninho Setembro 12, 2017, em Liga dos Campeões

SL Benfica 1–2 PFC CSKA Moscovo: Mais do mesmo…

Anterior1 de 3Próximo

sl benfica cabeçalho 1Nem parece o mesmo Benfica da época passada. Contudo, isto tem uma explicação: não é o mesmo Benfica.

As águias estrearam-se nesta edição da fase de grupos da Liga dos Campeões em casa, frente ao CSKA de Moscovo. No outro jogo do grupo, o Manchester United venceu em casa por três bolas a zero frente ao Basel.

Foi todo ele um jogo morno, com pouco entusiasmo e a faltar um pouco de sal a ambas as equipas, principalmente na primeira parte que se mostrou sem golos. O CSKA começou forte, a testar as fraquezas do Benfica, arrancando bem no ataque, mas com os encarnados a não deixarem que verdadeiro perigo chegasse à baliza de Varela, embora a defesa estivesse a precisar de olear os movimentos.

Já depois da meia hora de jogo, meia hora esta que contou com alguns remates de ambos os lados e ocasiões de golo reduzidas, o Benfica avançava no terreno e Grimaldo, com um remate ao poste, fez estremecer a baliza russa na primeira grande ocasião de golo do jogo. Dois minutos depois, Seferovic cai na área e deixa dúvidas quanto à decisão do árbitro de nada assinalar.

Antes do intervalo, ainda houve tempo para mais uma atrapalhação de André Almeida, desta vez com Varela, que colocou a baliza desprotegida, acabando, no entanto, por tudo correr bem e o jogo chegar ao intervalo com o nulo justo a prevalecer numa parte em que poucas oportunidades existiram para alterar o resultado.

O Benfica continua a precisar de melhorar certos pontos para voltar às grandes exibições Fonte: SL Benfica

O Benfica continua a precisar de melhorar certos pontos para voltar às grandes exibições
Fonte: SL Benfica

O Benfica parecia determinado a mudar de faceta depois do intervalo, arrancando para a frente do marcador, cinco minutos após o apito para a segunda parte se iniciar. Já Seferovic tinha ameaçado de cabeça, na sequência de um canto, quando, no lance seguinte, Grimaldo cruzou rasteiro da lateral esquerda para o primeiro poste onde estava o suíço para rematar e inaugurar o marcador. Tudo parecia estar a encarrilhar na estreia do Benfica na prova milionária.

Durante uns dez minutos o jogo ficou repartido, mas a equipa russa mostrava mais que tinha vindo para conquistar pontos do que o Benfica parecia querer que os três pontos ficassem em casa. Menos de 15 minutos depois do golo, André Almeida cortou com a mão um remate à entrada da área, demasiado próximo para que o português conseguisse colocar o braço (que estava quase junto ao corpo) atrás das costas. No entanto, o árbitro entendeu que o lance era grande penalidade, levando Vitinho a empatar a partida ao bater Varela da marca dos 11 metros.

Foi aqui que tudo piorou. O CSKA manteve a sua postura positiva no jogo e o Benfica continuou com dificuldades para finalizar as jogadas, algo que tem sido recorrente esta época. Aos 71 minutos, Zhamaletdinov aproveitou o remate de Vasin para fazer a recarga e fazer a reviravolta no Estádio da Luz.

A partir daí, o resultado iria manter-se inalterado, apesar das investidas tardias de um Benfica que jogava sem Grimaldo e Lisandro, substituídos por dois elementos ofensivos, Rafa e Gabigol que se estreou de águia ao peito. Já Raúl se encontrava em campo quando estes dois entraram para as quatro linhas. Raúl ainda se esticou para tentar empatar e Seferovic ainda desperdiçou um último lance que poderia levar a que os pontos fossem divididos, mas a partida viria a acabar com a derrota para a equipa da casa.

Mais um jogo mal conseguido pelo Benfica esta época. Tem tido dificuldades em mostrar a qualidade que o ano passado lhe garantiu o tetracampeonato. Os adeptos esperam agora, pacientemente, que os encarnados voltem às boas exibições já no Sábado, num jogo difícil contra o Boavista, no Bessa.

Anterior1 de 3Próximo
pedro-afonso-estorninho
Desde pequeno que o Benfica faz parte da vida do Pedro Estorninho. Avô e pai benfiquistas deixaram-lhe no sangue a chama das águias. A viver nos Açores nunca teve muitas oportunidades de ver o clube ao vivo, mas os estudos trouxeram-no à capital, onde pode assistir de perto aos jogos do tricampeão. A paixão pela escrita sempre foi algo dentro dele que nunca conseguiu mostrar e surge agora a oportunidade de juntar o melhor dos dois mundos.                                                                                                                                                 O Pedro escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.
pedro-afonso-estorninho

Últimos Artigos por Pedro Afonso Estorninho (ver todos)

Comentários

Por Pedro Afonso Estorninho Setembro 12, 2017, em Liga dos Campeões

Figura e Fora-de-Jogo da Semana

19/11/2017

Francisco Sampaio

Redator

Francisca Jorge e Miguel Oliveira

A tenista de 17 anos tornou-se campeã nacional absoluta na vertente de singulares e de pares; o motociclista, aos 22 anos, venceu as últimas três provas do Mundial de Moto 2.

Seleção Italiana

60 anos depois a Itália está fora de um Campeonato Mundial de Futebol. Gian Piero Ventura tomou opções duvidosas e foi afastado do cargo de selecionador. O mundo do futebol chorou com Gianluigi Buffon.