Vitali Lystcov: muito mais do que um mero central

Por Joel Amorim Dezembro 31, 2016, em Clubes Portugueses

Vitali Lystcov: muito mais do que um mero central

Anterior1 de 2Próximo

Cabeçalho Futebol Nacional

Foi com um disparo do meio da rua frente ao Boavista FC, que o versátil defesa russo do CD Tondela, inscreveu o seu nome na lista de goleadores da Liga NOS esta temporada, mas apesar desse tremendo golo, Vitali Lystcov não tem sido aposta constante de Petit e a sua permanência no emblema da região centro poderá estar em causa num futuro próximo. Duzentos e vinte e cinco minutos na Liga NOS e noventa na Taça de Portugal são manifestamente pouco para um jogador do nível de Lystcov, sendo que a sua parca utilização poderá eventualmente levantar algumas dúvidas sobre a forma como Petit tem gerido a sua equipa.

Natural de Voronezh, o versátil defesa de 21 anos é, e sempre foi, habitual presença nas selecções jovens da Rússia e tem estado em especial destaque nos Sub-21 russos de Nikolai Pisarev. Na partida frente ao combinado alemão a contar para o apuramento para o Campeonato Europeu da categoria no passado mês de Outubro, que a Rússia perdeu por 4-3, Lystcov foi, porventura, o melhor em campo da formação russa, apontando um golo de belo efeito de fora da área e contribuindo com um total de 27 passes, 20 deles certeiros, durante o jogo. Ao contrário daquilo que ultimamente tem acontecido no CD Tondela, onde Lystcov actua como defesa central, a sua função na formação russa é geralmente a de médio defensivo, jogando ao lado do construtor de jogo Dmitri Barinov, num esquema táctico de 4-2-3-1. Noutras partidas, em que Pisarev, condicionado por lesões ou castigos, optou por um 4-5-1 mais estático, Lystcov funcionava na mesma como médio defensivo, mas com funções ligeiramente diferentes, estabelecendo uma ponte entre a linha defensiva e o sector intermédio.

Vitali Lystcov tem-se revelado muito além de um mero defesa central Fonte: Diário de Viseu

Vitali Lystcov tem-se revelado muito além de um mero defesa central
Fonte: Diário de Viseu

Apesar de ser um defesa central de raiz e ter feito grande parte da sua formação nessa posição enquanto representava o FC Lokomotiv Moscovo, Lystcov apresenta, curiosamente, um rendimento muito mais consistente actuando na posição de médio defensivo, ou como uma espécie de “trinco”, posicionando-se em frente à dupla de centrais. O seu poder de choque somado aos respeitáveis 1,94 m de altura, fazem de Lystcov uma muralha difícil de contornar e oferecem à equipa robustez e solidez num sector vital para a construção de jogo. Para além disso, Lystcov apresenta uma assinalável qualidade de passe, algo que lhe permite auxiliar, de forma eficaz, o armador de jogo da equipa. Outro ponto forte do jovem jogador russo é a potência do seu remate. Embora não seja um goleador nato, Lystcov tem apontado golos de belo efeito a partir de  zonas bem distantes da baliza e causa alguma estranheza que esta sua capacidade não seja explorada mais vezes pelos seus treinadores, quer na formação russa, quer no CD Tondela.

Anterior1 de 2Próximo
Joel Amorim
Foi talvez a camisola amarela do Rinat Dasaev que fez nascer, em Joel, a paixão pelo futebol russo e pelo Spartak Moscovo. O futebol do leste da Europa, a liga espanhola e o FC Porto são os tópicos sobre os quais mais gosta de escrever.                                                                                                                                                 O Joel não escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

Comentários

Por Joel Amorim Dezembro 31, 2016, em Clubes Portugueses

Figura e Fora-de-Jogo da Semana

23/10/2017

Eduardo Nunes

Redator

Miguel Oliveira

É impossível não destacar o feito do piloto da KTM, que se estreou a vencer neste fim-de-semana em Moto 2, no GP Austrália.

Manchester United FC

O clube orientado por José Mourinho fez um jogo terrível no terreno do Huddersfield e acabou derrotado por 2-1, num jogo onde os red devils mereceram claramente a derrota.