Carta Aberta a: Maurício

Por Hugo Almeida Rebelo Fevereiro 21, 2014, em Carta Aberta

Carta Aberta a: Maurício

cartaaberta

Caro Maurício,

Confesso que me surpreendeste!

Quando te vi chegar, oriundo de uma equipa que disputa a Série B brasileira, com 25 anos, senti uma desconfiança tremenda em relação à qualidade que porventura pudesses ter: “Mas por que carga de água foram buscar este brasileiro que ninguém conhece, tendo o Dier e o Nuno Reis prontos para se afirmarem de vez?!”, pensei eu. Pensei que serias mais um Marcos ou um Gladstone desta vida, para tirar o lugar aos nossos jovens da formação, pensei que serias um central nervoso e de erro fácil, para além da inexperiência inerente a alguém que nunca disputou partidas de alto nível. Enganei-me redondamente. É certo que as tuas primeiras exibições não foram entusiasmantes, o que me levou, inclusivamente, a criticar-te num artigo aqui do Bola na Rede, mas rapidamente te tornaste num defesa-central de alto nível: seguro, agressivo, duro q.b., incansável e, para além disso, com uma facilidade tremenda em ir lá acima fazer uns golinhos de cabeça! Penso que cresceste bastante com outro grande central, o Rojo, e juntos construíram uma das melhores duplas de centrais da Europa (os números falam por si).

Conseguiste transformar-te numa figura consensual no universo leonino e relegar para o banco um Eric Dier que todos pensavam que iria assumir o papel de patrão da defesa, durante a presente temporada. Porém, de um momento para o outro, certos papagaios (infelizmente muitos deles verde-e-brancos) parecem querer crucificar-te. Porquê? Porque bebeste duas cervejas na tua folga.

Todos nós gostamos de sair com os amigos e beber uns copos. Ter uma vida social minimamente activa contribui para o bem-estar de qualquer ser humano. Os jogadores de futebol não são excepção. Tens todo o direito de te divertires na tua folga! Em vez de beberes uma cerveja, bebeste duas, o que bastou para passares (por muito pouco) do limite de 0,49 de álcool no sangue. Com 0,54 não estarias embriagado com toda a certeza, e o facto de teres sido mandado parar numa operação stop fez-te ultrapassar (também por pouco) o limite horário imposto pelo Sporting para os atletas recolherem aos seus aposentos (23 horas). Tiveste a decência de, antes de qualquer coisa, ligares ao teu treinador a informá-lo do sucedido, logo após teres sido multado, e de pedires desculpa a todo o balneário, com toda a humildade que tens demonstrado ao longo da tua estada em Alvalade.

Foste multado porque assim o regulamento interno do Sporting o dita, mas, na minha opinião, não terás de sofrer qualquer consequência a nível desportivo. És importante em campo, és importante no balneário, sempre demonstraste profissionalismo e dedicação. Por conseguinte, não deves ser castigado por uma situação como esta. Rúben Semedo ser apanhado a conduzir sem carta de condução, às tantas da manhã, Carlos Martins ir treinar de directa, Fábio Rochemback parecer RP da discoteca HK, entre muitos outros casos realmente graves, não se comparam com este episódio que se passou contigo.

Tu vais calar os criticos Fonte: Abola.pt

Estou contigo, Maurício
Fonte: A Bola

Vais ser titular frente ao Rio Ave, ao lado do Eric. Tenho toda a certeza de que irão formar uma bela dupla e de que irás fazer uma grande exibição. E porque não um golo de cabeça para calar esses fala-baratos que por aí andam? Pensa nisso.

Para finalizar, gostaria de te agradecer por todo o teu empenho, por sentires esta camisola e por deixares tudo em campo em prol do sucesso de um clube que te acolheu e que te mostrou o que é jogar num grande do futebol mundial.

Grande abraço, Maurício.

 Atenciosamente,

Hugo Almeida Rebelo

 

PS: Quando tiveres folga, a ver se vamos aí beber umas geladas! Eu conduzo!

hugo-almeida-rebelo
Deslumbrado pela "Geração de Ouro" da Seleção Nacional, pelo Sporting de Schmeichel e Acosta, pelo United de Yorke e Cole, e, pelo Barça de Figo e Rivaldo, Hugo tornou-se num autêntico viciado em futebol.                                                                                                                                                 O Hugo escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

Comentários

Por Hugo Almeida Rebelo Fevereiro 21, 2014, em Carta Aberta

Figura e Fora-de-Jogo da Semana

22/03/2017

Joana Libertador

Redatora

AS Mónaco

Além do notável campeonato que tem vindo a realizar, a equipa de Leonardo Jardim conseguiu a reviravolta na segunda mão, no jogo da Liga dos Campeões contra o Manchester City, quando vinha de uma derrota por 5-3.

FC Porto

Com a possibilidade de passar para a liderança do campeonato, já sabendo o resultado do seu principal adversário deixou escapar o primeiro lugar ao empatar em casa com o Vitória FC.