Carta Aberta ao Plantel do Sporting CP

Por Cláudia Figueiredo Abril 19, 2017, em Carta Aberta

Carta Aberta ao Plantel do Sporting CP

sporting cp cabeçalho 222 de Abril de 2017. O derby dos derbies.

Este pode ser o dia em que se fará história, em que cada um de vocês imortalizará os vossos nomes, num jogo que pode ser tudo aquilo que vocês fizerem dele. Apesar dos nossos objetivos para esta época já não nos levarem a uma taça, o derby contra o nosso eterno rival é sempre ‘aquele’ jogo onde a emoção corre nas veias, mesmo que não haja nada em disputa. No Sábado, está em cada um de vocês a hipótese de atrasá-los nessa luta pelo título nacional, de mostrar-lhes que o leão não caiu nem está mais fraco, mesmo que a diferença pontual seja (demasiado) grande para a nossa verdadeira grandeza.

Nesse dia, quando vocês acordarem, será especial. Quando vocês se prepararem para sair da Academia rumo ao Estádio, será especial. De repente, aqueles como tu, Gelson, que ontem eram crianças a sonharem jogar na equipa principal, vão pisar aquele relvado, onde perto de cinquenta mil pessoas cantarão a uma só voz “O Mundo Sabe Que”. E mesmo aqueles que já o ouviram vezes sem conta como vocês, Adrien e Rui, vão arrepiar-se outra vez e vão relembrar-se que esta é a casa que vos viu crescer e esta é a vossa família. Naquele momento, até aqueles que chegaram há pouco tempo, como tu, Alan, vão sentir a nossa força e perceber porque é que o Sporting é diferente de tudo. Vocês, todos vocês, estão a vivê-lo: sejam bem-vindos ao derby dos derbies.

As roulottes das bifanas, as mesmas que vocês verão se olharem pelas janelas do autocarro, são o local de convívio onde os adeptos se vão reunir antes do jogo, para conversarem sobre a actualidade futebolística e discutir prognósticos com o ‘companheiro da bola’. De certeza que no meio de duas cervejas alguém vai desejar que tu, Bas Dost, sejas o bota de ouro europeu e que ultrapasses o Messi nessa noite, com um bis ou hat-trick. Quem sabe se não serás tu a estar no sítio certo à hora certa para marcares os golos que vão levantar o estádio e que farão toda a gente cantar “NA NA NA NA NA BAS DOST!”?

No dia 22, adeptos e jogadores estarão juntos a rumar para um único objectivo: ganhar Fonte: Sporting CP

No dia 22, adeptos e jogadores estarão juntos a rumar para um único objectivo: ganhar
Fonte: Sporting CP

Entrem em campo com orgulho no símbolo que levam ao peito, como se aquele fosse o jogo da vossa vida, porque, para nós, nunca será apenas mais um jogo, será uma demonstração de fé, de raça e de querer. Estaremos todos juntos e, por isso, contem connosco. Sintam-nos ao vosso lado a correr quando for para atacar, sintam os nossos pés a travar o adversário quando for para defender, sintam as nossas mãos a levantar-vos quando caírem. Sintam que são mais do que onze dentro de campo, sintam o amor que evapora das bancadas, sintam os cânticos de apoio, sintam a respiração, os gritos, os festejos e os suspiros, sintam o nosso coração acelerar quando a bola começar a rolar.

Acima de tudo, façam dessa a noite do futebol espetáculo, aquele desporto que entusiasma milhões em todo o mundo e que alimenta as esperanças de muitas gerações. Por uma noite, que os interesses exteriores, as guerras de comunicação e o desrespeito não sejam impeditivos de levar crianças, mulheres e famílias ao futebol. Que o pai possa entrar pela primeira vez com o filho no estádio e mostrar-lhe o porquê do amor ao clube ter vindo a passar de geração em geração, que o avô possa relembrar como eram os derbies com os cinco violinos com o neto, que o amigo possa levar um amigo com uma cor da camisola diferente. Porque isso é o futebol. E, acima de tudo, que nessa noite a guerra seja só dentro de campo, durante noventa minutos e que juntos desfrutemos de um jogo que esperamos que seja um hino ao futebol.

Foto de capa: Sporting Clube de Portugal

Artigo revisto por: Francisca Carvalho

 

claudia-figueiredo
Sportinguista devota desde que se conhece, o futebol é o seu desporto de eleição. Quando jogava, era médio-ofensivo de posição, mas agora prefere a bancada. A menos, é claro, que a convidem para uma peladinha entre amigos.                                                                                                                                                 A Cláudia escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.
claudia-figueiredo

Últimos Artigos por Cláudia Figueiredo (ver todos)

Comentários

Por Cláudia Figueiredo Abril 19, 2017, em Carta Aberta

Figura e Fora-de-Jogo da Semana

23/10/2017

Eduardo Nunes

Redator

Miguel Oliveira

É impossível não destacar o feito do piloto da KTM, que se estreou a vencer neste fim-de-semana em Moto 2, no GP Austrália.

Manchester United FC

O clube orientado por José Mourinho fez um jogo terrível no terreno do Huddersfield e acabou derrotado por 2-1, num jogo onde os red devils mereceram claramente a derrota.