Merci, Monsieur Sli!!!

Por Diogo Janeiro Oliveira Janeiro 4, 2016, em Sporting CP

Merci, Monsieur Sli!!!

sporting cabeçalho generíco

O Sporting entrou em 2016 com o pé direito, conseguindo uma vitória clara como água frente ao FC Porto. Os “leões” receberam os “dragões” e dominaram por completo uma partida que foi decidida pela “besta” habitual: Islam Slimani.

A equipa orientada por Jorge Jesus mostrou uma saúde rija, entrando com tudo nos duelos, num encontro onde Jorge Jesus mostrou mais uma vez que é infinitamente superior tática e mentalmente a Julen Lopetegui. A entrada de Naldo correu muito bem, com o central brasileiro a fazer uma partida incrivelmente certa, colocando no bolso a referência atacante do adversário, Aboubakar. A outra grande mexida pensada pelo técnico português foi a titularidade concedida a Matheus Pereira.

O brasileiro apareceu no 11 inicial de forma um tanto surpreendente, deixando no banco Fredy Montero ou Gelson Martins, atletas que têm sido bem mais utilizados por Jesus. O jovem esteve bem na partida, com algumas participações bem sucedidas nas ofensivas sportinguistas e ajudando também o compatriota Jefferson quando foi preciso. Contudo, o banho de bola teve o seu píncaro na exibição de João Mário. O 17 “verde e branco” encheu mais uma vez o campo, na direita, no meio e mesmo no flanco esquerdo. Tendo sido apenas com um toque, um passe em profundidade ou uma progressão com ultrapassagem de dois ou três adversários, J. Mário esteve absolutamente intratável, e foi um dos melhores em campo, a par do animal do Magrebe que temos no ataque.

Super Sli é uma das melhores armas leoninas Fonte: Sporting

Super Sli é uma das melhores armas leoninas
Fonte: Sporting CP

Foi no meio campo que o Sporting venceu o jogo, e a diferença só não foi mais avassaladora devido à excelente exibição de Danilo Pereira, que foi segurando o que podia. Adrien está a fazer uma época memorável e William, apesar de algumas perdas de bola inexplicáveis, consegue transmitir muita segurança ao conjunto. Deste jogo, guardo essencialmente um pensamento. Um colega meu disse na segunda parte: “O jogo está a ser muito tático.”. Apenas respondi: “Ainda bem que assim é. Num jogo tático entre Lopetegui e Jesus a vitória é fácil.”. Sinceramente, fico de boca aberta quando ouço alguém dizer que Lopetegui é um treinador capaz (Jorge Jesus não conta; no lugar dele também desejava que Lopetegui continuasse a ser meu adversário por muitos e bons anos). O treinador espanhol vive muito das suas individualidades, essencialmente Brahimi, um dos jogadores mais difíceis de parar na nossa Liga. O basco vive dias mesmo muito difíceis, apesar de Pinto da Costa continuar em sua defesa; e, como defenderam os adeptos leoninos, rezemos para que Lopetegui continue por muitos e bons anos a cargo da equipa azul e branca.

Agora, umas palavras muito especiais para Slimani. É repetitivo, eu sei. Devo falar dele em quase todos os textos. Mas é inevitável. O argelino é o melhor avançado do campeonato e, atrevo-me a dizer, já alcançou um patamar exibicional semelhante ao dos melhores tempos de Liedson ou Jardel, os melhores avançados que eu tinha visto com esta camisola. Ele sempre teve garra, raça, dedicação; no fundo ele é a personificação perfeita daquilo que é o Sporting Clube de Portugal. Ainda por cima, Slimani marca cada vez mais golos agora, golos decisivos e em jogos de elevado grau de importância, de cabeça e com os pés. Está feito um ponta de lança de classe mundial aquele tipo meio “tosco” que chegou cá pela módica quantia de 300 mil euros. Iker Casillas vai ter pesadelos, quando lhe vier à cabeça a imagem do terrorista argelino a violar as suas redes na noite de casa cheia em Alvalade.

Avizinha-se uma semana com mais dois grandes testes para o leão: quarta-feira em Setúbal e domingo com a receção ao Braga. Todas as baterias têm de estar apontadas para termos um bom fim no Sado e depois tentar chegar a nova enchente no fim de semana. Um jogo do líder às quatro da tarde de um domingo assim o exige, e espero voltar a ver uma moldura humana tão bonita em Alvalade. Pode ser que também já possamos ver os novos reforços Bruno César e Marvin “The Rock” Zeegelaar em ação, eles que serão bem importantes nesta segunda metade da temporada.

Este sábado demos mais um passo de gigante rumo ao cumprir do sonho em maio. Continuemos a jogar desta maneira e lá chegaremos. Obrigado, Jesus; obrigado, presidente. O rugido do leão começou ensurdecedor em 2016!

Foto de Capa: Sporting Clube de Portugal

diogo oliveira

Diogo Janeiro Oliveira

Apaixonado por futebol, antes dos livros da escola primária, já lia jornais desportivos. Seja nas tardes intermináveis a jogar, nas horas passadas no FIFA ou a ver jogos, o futebol está sempre presente. snooker, futsal e andebol são outras paixões. Em Portugal torce pelo Sporting, lá fora é o Barcelona que lhe enche as medidas. Também sonha ver o Farense de volta à primeira…                                                                                                                                                 O Diogo escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

Comentários

Por Diogo Janeiro Oliveira Janeiro 4, 2016, em Sporting CP

Figura e Fora-de-Jogo da Semana

22/02/2016

Nuno Raimundo

Redator

Anthony Davis

O MVP do All-Star Game foi para a "estrela da casa" pela primeira vez desde Kobe em 2011. O PF/C "Unibrow" bateu alguns recordes nessa noite, sendo que o maior destaque vai para os 52 pontos, recorde nestes jogos.

FC Barcelona

Goleados pelo PSG e poderão sair da Champions mais cedo do que o previsto. Emery fez jus ao que lhe é reconhecido e a equipa espanhola nunca conseguiu contrariar o excelente futebol da equipa francesa.

BnR Podcast: Padel (09/02/2017)

Para ouvires mais programas, basta acederes a esta página.