Pouco inteligentes a gerir os “excedentários”

Por Pedro Miguel Silva Julho 17, 2017, em Sporting CP

Pouco inteligentes a gerir os “excedentários”

sporting cp cabeçalho 2

É verdade que nunca, ou quase nunca, sabemos as verdadeiras razões pelas quais um jogador deixa de contar para o plantel ou treinador. Se algumas vezes poderá ser por alegada falta de qualidade ou necessidade do jogador na equipa, noutras poderão ser questões contratuais ou comportamentais que afectam o desempenho do jogador.

Mas nunca podemos gerir os “excedentários” desta forma. Até ao último minuto em que sejam jogadores do Sporting temos de defender o activo e procurar a melhor solução financeira para o clube. Comunicar que o jogador está livre para procurar clube ou simplesmente não o deixar treinar vai fazer com que este desvalorize no mercado e se torne um “produto pouco apetecível” (isto são princípios básicos do marketing).

Se concordo com praticamente todas as “dispensas” de Jorge Jesus, não consigo deixar de ficar estupefacto com o caso de Schelotto, que ainda o ano passado renovou contrato. Mas também acredito que se Jorge Jesus o “afastou” foi porque alguma coisa aconteceu… ou pelo menos quero acreditar.

Miguel Lopes é mais um dos muitos jogadores que sai "magoado" pela forma como o Sporting Clube de Portugal o tratou Fonte: Super Sporting

Miguel Lopes é mais um dos muitos jogadores que sai “magoado” pela forma como o Sporting Clube de Portugal o tratou
Fonte: Super Sporting

Além de desvalorizar o jogador, desvaloriza o clube no que diz respeito a uma “opinião pública”, nomeadamente no que diz respeito à classe dos jogadores. Qual é o jogador que quer vir para um clube que não respeita os atletas? Que sente que a qualquer momento pode ser afastado ou deixar de contar e não poder treinar sequer para “manter a forma física”?

Jorge Jesus e a Direcção do Sporting têm de estar em sintonia, e não digo que não estejam, mas têm de valorizar qualquer individualidade do clube. Ryan Gauld, o “mini-Messi”, mesmo que não seja essa a opinião de Jorge Jesus, tem de ser aquela que ele transmite cá para fora. Há que sobrevalorizar todos eles.

E depois afastar jogadores como tem vindo a acontecer e como aconteceu agora com Paulo Oliveira e Miguel Lopes tem de ser gerido de outra forma… Reparemos que quase todos os jogadores que saem do clube (e que se mostraram com o coração verde e branco), em muitos casos saem de costas voltadas e sem querer ter mais nenhuma ligação à turma verde e branca, o que em momento algum é bom para o clube.

Independentemente de, na época passada, o jogador ter estado abaixo do que pretendíamos (mas quantos não estiveram), um jogador com a classe de Bryan Ruiz não pode ser tratado como está a ser!!!

Há que trabalhar um pouco melhor o Marketing do Clube…

Foto de Capa: www.sporting.filtro.pt

Artigo revisto por: Beatriz Silva

pedro miguel silva
Seja fisicamente, seja em pensamento, seja com uma caneta na mão, "O Sporting é o nosso grande amor!".                                                                                                                                                 O Pedro não escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.
pedro miguel silva

Últimos Artigos por Pedro Miguel Silva (ver todos)

Comentários

Por Pedro Miguel Silva Julho 17, 2017, em Sporting CP

Figura e Fora-de-Jogo da Semana

13/11/2017

Jorge Faria de Sousa

Redator

Eric Dier

O defesa inglês é hoje uma das estrelas do futebol britânico e estreou-se enquanto capitão da seleção inglesa no passado fim de semana.

Presidente Câmara Oliveira do Hospital

Criticou a FPF, alegando que o distrito de Coimbra foi esquecido nestes jogos particulares. Espera-se que no futuro próximo, a FPF possa levar o futebol solidário ao distrito de Coimbra.