Que raio vem a ser isto, Presidente?

Por Diogo Janeiro Oliveira Maio 17, 2017, em Sporting CP

Que raio vem a ser isto, Presidente?

sporting cp cabeçalho 2

O presidente do Sporting Clube de Portugal anunciou ontem, através de um extenso post no Facebook, que vai deixar de utilizar aquela plataforma para comunicar com os sportinguistas e os seguidores do desporto em geral. A conta, inclusivamente, já foi desativada. Contudo, este último texto foi mais que uma despedida, pois conteve recados para todos os setores do sportinguismo. Desde jogadores a treinadores, de adeptos a estrutura do Clube, ninguém escapou às palavras de Bruno de Carvalho. Contudo, o ato de alterar a data da IV Gala Honoris Sporting devido a assuntos particulares do presidente não lembra ao diabo. A decisão, tornada pública através de comunicado do clube no seu site oficial, aziou a noite de muitos sportinguistas.

O presidente não teve papas na língua e deu a entender algumas das razões que o levam a executar esta mudança. Por exemplo, escreveu que “o que tenho lido e recebido de mensagens ultrapassa o limite da justiça e respeito por quem, como eu, dedica a vida ao clube que ama”. Ora bem, vou esclarecer já um ponto prévio: sou um apoiante bastante convicto de Bruno de Carvalho e acho que está a desenvolver um trabalho bastante meritório à frente de uma instituição centenária como é o Sporting Clube de Portugal, trabalho esse que até acho fantástico em alguns quadrantes da vida leonina. A importância de Bruno de Carvalho na vida atual do Sporting é inquestionável, e a sua qualidade não se nota apenas no clube. Várias das propostas que defende, com vista à melhoria do futebol e do desporto em geral, estão a ser implementadas, apesar da comunicação social nunca valorizar o que de bom faz Bruno de Carvalho. Contudo, há um ponto que é inquestionável acima de todos: o Sporting está em primeiro lugar. A alteração da data da Gala Honoris Sporting para dia 30 de junho, véspera do aniversário do clube, porque o presidente vai casar no dia 1 de julho não cabe na cabeça de ninguém, não tem lógica nenhuma e não cai nada bem aos mais de 90% de sócios que votaram no presidente há cerca de dois meses. É um total desrespeito pelos valores e pela História centenária do clube, que espero ver corrigido por Bruno de Carvalho nos próximos dias, com a máxima urgência possível.

O presidente tem razão quando diz que está muito mais exposto que os presidentes de outros clubes. É verdade que muitas vezes deita mais lenha para as fogueiras, mas Bruno de Carvalho não tem imprensa nem a maioria da opinião pública a seu favor, o que, por si só, é um ponto positivo sobre a sua campanha. Godinho Lopes e José Eduardo Bettencourt, por exemplo, eram muito menos massacrados pelos adversários, uma vez que o Sporting nem sequer lhes fazia cócegas na luta pelos sucessos desportivos. O facto de Bruno de Carvalho ser atacado é positivo por isso, significa que o Sporting está mais perto, em algumas ocasiões equiparado aos dois grandes rivais. Como o Facebook já estava, há muito tempo, a ser uma ferramenta com mais efeitos negativos que positivos, acho positiva esta desativação da sua conta nesta rede social.

Se as equipas leoninas tivessem metade da qualidade dos adeptos, o Sporting teria muito mais títulos Fonte: Sporting Clube de Portugal

Se as equipas leoninas tivessem metade da qualidade dos adeptos, o Sporting teria muito mais títulos
Fonte: Sporting Clube de Portugal

Contudo, o presidente dos leões não se ficou por este anúncio, pois deixou críticas a jogadores e treinadores, e ainda alguns reparos aos adeptos. Bruno criticou os adeptos por não terem um sentido de exigência mais apurado e mais “audível” aquando das derrotas que o clube tem nos relvados ou nos pavilhões. Neste ponto, penso que o presidente se excedeu, pois este discurso pode dar azo a que, no futuro, aconteçam situações adversas para os jogadores e treinadores das equipas verde e brancas. Além disso, o presidente não está isento de erros. É certo que os adeptos têm de ser exigentes com a equipa e querer sempre ganhar, mas não podemos deixar de apoiar, quando os jogadores dão tudo nos recintos para chegar à vitória. Não digo que, por vezes, não seja necessário, dar um grito de revolta e assobiar, como no caso do futebol. Este ano tivemos vários maus resultados, mas em alguns o comportamento e atitude dos jogadores foi absolutamente miserável e revoltante. Os jogos em casa contra Tondela, SC Braga e Belenenses são três graves exemplos disso mesmo. No andebol, a forma como sofremos o último golo no recente jogo frente ao FC Porto e mesmo a forma como desperdiçámos várias vantagens largas em alguns jogos merece reflexão profunda. Contudo, temos também o exemplo do futsal, onde penso que o presidente se excedeu depois da final perdida na UEFA Futsal Cup. Perdemos por 7-0? É verdade. Mas esta equipa de futsal tem dado muitos sucessos ao clube, é o desporto coletivo mais bem sucedido do clube neste século, a par do atletismo.

Bruno defende-se, dizendo que os jogadores têm “boas condições de trabalho e ordenados em dia”. Mas eu acho que o presidente não tem de se defender nesse ponto. Tem apenas de estar ao lado dos seus jogadores e treinadores, para que, todos juntos, levem o Sporting à glória há muito ansiada. Acho que esta saída do Facebook é um passo importante. Afinal de contas, as mensagens mais inflamadas poderão continuar a ser difundidas por Nuno Saraiva e o presidente tem de adotar uma postura mais inteligente. Não digo que deixe de ser como é, intransigente na defesa dos interesses do Clube. Tem de continuar a ser assim. Mas Bruno de Carvalho não se pode esquecer de uma coisa: também errou, ainda agora com esta alteração da Gala Honoris Sporting. Continua a merecer a confiança dos adeptos, mas também precisa de corrigir alguns equívocos que teve este ano. Esperemos que o final de 2016/17 ainda traga alguns troféus para o museu e que 2017/18 seja uma temporada mais risonha para o Sporting Clube de Portugal.

Foto de Capa: Sporting Clube de Portugal

diogo oliveira

Diogo Janeiro Oliveira

Apaixonado por futebol, antes dos livros da escola primária já lia jornais desportivos. Seja nas tardes intermináveis a jogar, nas horas passadas no FIFA ou a ver jogos, o futebol está sempre presente. Snooker, futsal e andebol são outras paixões. Em Portugal torce pelo Sporting; lá fora é o Barcelona que lhe enche as medidas. Também sonha ver o Farense de volta à primeira…                                                                                                                                                 O Diogo escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.
diogo oliveira

Últimos Artigos por Diogo Janeiro Oliveira (ver todos)

Comentários

Por Diogo Janeiro Oliveira Maio 17, 2017, em Sporting CP

Figura e Fora-de-Jogo da Semana

17/09/2017

João Neves

Redator

Pep Guardiola

O técnico espanhol está a deslumbrar na Premier League com uma equipa recheada de estrelas. Esta semana atropelou o Watford de Marco Silva por 6-0 e é um dos favoritos a levantar o titulo no final da época.

Bruno Varela

As razões são óbvias com o segundo golo sofrido, no Bessa, a deitar fora 3 pontos importantes. Precisa ainda muito de crescer para ganhar a titularidade no Benfica.