Uma incógnita chamada Iuri Medeiros

Por Simão Mata Agosto 11, 2017, em Sporting CP

Uma incógnita chamada Iuri Medeiros

Anterior1 de 2Próximo

sporting cp cabeçalho 1Alguma comunicação social portuguesa tem destacado o interesse e a concretização de propostas por parte de alguns emblemas internacionais pelo jogador do Sporting Iuri Medeiros. Falo, desde logo, dos russos do Zenit de St. Petersburgo, que apresentaram uma proposta a rondar os 12 milhões de euros, dos espanhóis do Celta de Vigo que assumiram 10 milhões de euros pelo atleta, dos italianos da Roma propondo também 10 milhões de euros por Medeiros e dos russos do Krasnodar que se ficaram também pelos 10 milhões de euros. As propostas foram todas rejeitadas pelo Sporting uma vez que, afirmam os Leões, Medeiros só sairá pelo valor da sua cláusula de rescisão, ou seja, 60 milhões de euros.

Importa fazer desde já uma breve e sucinta reflexão sobre se o atleta açoriano Iuri Medeiros deve ou não ficar no clube de Alvalade e seguir os destinos de Jesus. É fácil constatar que Medeiros tem registado, pelos clubes onde tem sido emprestado nas últimas três temporadas – Arouca, Moreirense e Boavista (por esta ordem) – um claro amadurecimento das suas características técnicas e táticas. Na época passada, representando o emblema do Boavista, acabou mesmo por se revelar um verdadeiro jogador ofensivo, perspicaz no auxílio da equipa nos momentos de transição para o ataque, exímio rematador e alguém com boa leitura de jogo. Isso culminou em bons registos por jogo realizado: das 30 presenças em jogos oficiais pela equipa axadrezada, Iuri Medeiros marcou 8 golos.

Após três épocas, parece que será esta a temporada de estreia de Iuri no plantel principal do Sporting                               Fonte: Sporting CP

Após três épocas, parece que será esta a temporada de estreia de Iuri no plantel principal do Sporting
Fonte: Sporting CP

A sua prestação no emblema do Boavista acabou, precisamente isso mesmo, por estar na antecâmara do seu regresso a Alvalade nesta temporada 2017-18, disputando mesmo alguns jogos da pré-época leonina. Foi também muito provavelmente sobre o Bessa que os holofotes desses emblemas internacionais que agora o seguem e procuram estiveram acessos enquanto o Boavista jogava e Medeiros brilhava. Mas agora, com o início da temporada e, sobretudo, pelo facto de Iuri Medeiros não constar da lista de convocados de Jorge Jesus para o jogo inaugural em Vila das Aves, o ponto de interrogação sobre a sua permanência neste plantel leonino surge novamente, tal como nas anteriores temporadas. Essa incógnita traduz-se em três caminhos possíveis: 1. Ou fica no plantel leonino às ordens de JJ; 2. Ou é emprestado a mais um emblema (tal como aconteceu nos anos transatos); 3. Ou, por fim, transfere-se em definitivo para outros emblemas do futebol nacional ou internacional, cortando o seu cordão umbilical à casa que o formou e o viu crescer como jogador. Das três, uma.

Anterior1 de 2Próximo
Simão Mata
O Simão é psicólogo de profissão mas isso para aqui não importa nada. O que interessa é que vibra com as vitórias do Sporting Clube de Portugal e sofre perante as derrotas do seu clube. É um Sportinguista do Norte, mais concretamente da Maia, terra que o viu nascer e na qual habita. Considera que os clubes desportivos não estão nos estádios nem nos pavilhões, mas no palpitar frenético do coração dos adeptos e sócios.                                                                                                                                                 O Simão escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.
Simão Mata

Últimos Artigos por Simão Mata (ver todos)

Comentários

Por Simão Mata Agosto 11, 2017, em Sporting CP

Figura e Fora-de-Jogo da Semana

13/08/2017

Nélson Mota

Redator

Real Madrid CF

Os merengues deixam bem encaminhado o jogo para a segunda mão da Supertaça Espanhola. A equipa de Zidane parece vir a superiorizar-se ao Barcelona quebrando a sua hegemonia em Espanha e na Europa.

Cristiano Ronaldo

El Clássico não é El Clássico se não houver polémica. Desta vez CR7 esteve no centro de toda a polémica. Foi expulso e, de cabeça perdida, deu um empurrão ao árbitro e sofreu um castigo de 5 jogos.