10 razões para não perder os Playoffs da NBA

Por João Dinis Abril 10, 2017, em NBA

10 razões para não perder os Playoffs da NBA

Anterior1 de 10Próximo

Cabeçalho modalidades“Aquela” altura do ano está a chegar! Noutros campos Bill Shankly, treinador escocês com honras de estátua em Anfield Road, terá dito que “o futebol não é uma questão de vida ou morte. É muito mais do que isso”. E o mesmo se poderia dizer sobre os PlayOffs da NBA. Intensidade máxima, sem  desculpas, sem pausas, sem descanso. Quando o lema é “win or go home” cada posse de bola é disputada com a ferocidade de quem luta pela própria honra.

É o início do fim de uma longa e tumultuosa temporada onde tivemos de tudo. Recordes a caírem, prestações individuais de tirar o fôlego, e surpreendentes provas de superação coletivas. Terá Curry e companhia caminho aberto para o triunfo? Será desta que os Cavs de Mr. James vão escorregar rumo à final? Westbrook tem estaleca de MVP? Poderá James Harden e os seus Rockets ser a pedra no sapato dos favoritos? E os Spurs, tem o que é preciso? As perguntas estão feitas, as respostas começam a ser dadas já no próximo sábado. As dez razões que me levam a não querer perder pitada:

10 – O xadrez de quem pensa o jogo do banco

É altura de distinguir o trigo do joio. E não só no que aos jogadores diz respeito. E é nesta fase que os treinadores de elite se distinguem dos outros. A gestão do jogo propriamente dito, a forma de lidar com toda a pressão guiando um balneário em ebulição rumo ao sucesso – mas muito mais que isso.

Joga-se com o mesmo adversário sucessivamente, pelo menos 4 vezes. É altura de mostrar quem tem a capacidade de evoluir em 3 dias, quem tem a capacidade de apresentar soluções novas de jogo para jogo. Quem consegue ser o melhor estratega e fazer o trabalho de casa bem feito. Quem tem a adaptabilidade que distingue uma grande equipa de um candidato ao título, e um candidato de um campeão.

Fonte: Business Insider

Fonte: Business Insider

Anterior1 de 10Próximo
joao-mendes dinis
As olheiras diárias provam a paixão que tem pela NBA. A emoção de cada jogo e toda a envolvente da liga estão sempre debaixo de olho. Sonha ver os laivos dourados do Larry O’Brien de regresso a Nova Iorque.                                                                                                                                                 O João escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

Comentários

Por João Dinis Abril 10, 2017, em NBA

Figura e Fora-de-Jogo da Semana

17/12/2017

André Conde

Diretor-Adjunto

Pep Guardiola

Equipa à sua imagem, futebol de grande qualidade e domínio na Premier League. No meio dos tubarões da Liga Inglesa, Pep Guardiola está a mostrar o porquê de ser o melhor treinador do mundo.

Rui Vitória

Depois da Champions, a Taça de Portugal. Uma equipa sem ideias, perdida em campo e um discurso completamente fora da realidade. O tempo do treinador no SL Benfica parece ter terminado.