Anterior1 de 2Próximo

Kendra Harrison é a recordista mundial dos 100 metros barreiras, tendo na altura (em Julho de 2016) destronando um recorde com mais de 28 anos! E conseguiu fazê-lo apenas poucos dias depois de ter falhado de forma surpreendente o apuramento para os Jogos Olímpicos do Rio (a única derrota dessa época). É também a campeã mundial dos 60 metros em Pista Coberta e nova recordista dos campeonatos, ao ter corrido em 7.70, marca que é também recorde norte-americano. O Bola na Rede, em colaboração com o Planeta do Atletismo, esteve à conversa com Keni Harrison, logo após essa grande vitória, no primeiro exclusivo da atleta para Portugal.

O Recorde Mundial de Kendra Harrison nos 100 Metros com Barreiras em Londres:

Bola na Rede/Planeta do Atletismo: Antes de mais parabéns por esta prestação. Já eras uma estrela do Atletismo antes mesmo do teu primeiro Ouro global, mas como te sentes hoje depois da vitória? Feliz? Aliviada?

Kendra Harrison: Acima de tudo, feliz. Eu sinto que as minhas derrotas tornaram-me mais forte e hoje sou uma atleta bem mais confiante. O meu treinador acredita em mim desde o primeiro dia. Há altos e baixos, mas ele está lá sempre e eu penso que eu não seria a mesma sem ele. Sinto-me abençoada por ter ganho este Ouro e deixo isso nas mãos de Deus.

BnR/Pda: Foi no Reino Unido, em Londres, que bateste o recorde mundial dos 100 metros com barreiras. É verdade que a experiência no verão nos Mundiais de Londres ficou aquém do que esperavas, mas hoje voltas a conseguir um recorde aqui em e a tua primeira medalha global. Talvez devas voltar cá mais vezes…

KH: (risos) Sim, acho que podes dizer isso! Definitivamente é um país que me traz sorte! Já corri muito rápido aqui noutras alturas também. É excitante correr aqui, muitos fãs que realmente amam o desporto e espero cá voltar mais vezes.

BnR/PdA: Muitos dos atletas consideram este ano um “year-off”, mas para ti já se percebeu que não é. Quais os teus objectivos para esta época outdoor?

KH: Certamente, quero tentar vencer a Liga Diamante e tentar ter assim a qualificação directa nos 100 metros barreiras para os Mundiais do próximo ano. E, claro, quero tentar melhorar os meus tempos.

BnR/PdA: Então…já esqueceste os 400 metros com Barreiras? (a atleta havia afirmado que queria tentar os 400)

KH: Eu sinto-me confortável nos 100 metros com barreiras e quero ganhar, pelo menos, outro evento global aqui antes de tentar isso. E eu acredito que estou muito próxima de o fazer… Mas no futuro, certamente, que irei tentar o regresso aos 400 metros com barreiras.

Anterior1 de 2Próximo

Comentários