Cabeçalho Liga Italiana

Aos 31 anos, Nani joga no quarto país estrangeiro depois de Portugal. Na Lazio a vida não está fácil e o extremo luso não tem jogado o tempo que pretendia. Curioso que, tendo eu que me debruçar sobre o tema Nani e o balanço dos seus dias em Roma, ele tenha concedido uma entrevista a um jornal desportivo português esta semana.

Fernando Santos tem estado a conversar com ele. Assim é quando um jogador se lesiona, confirmou o jogador. E com o extremo tem sido, infelizmente, assim ao longo da carreira. O grande talento de Luís Carlos Almeida da Cunha foi penalizado por um autêntico calvário de lesões que não o deixou atingir um nível acima na carreira.

Foi o motivo pelo qual Marcelino Toral o dispensou do Valencia. Emprestado, chegou à Lazio no último dia do mercado de verão, ainda recuperando de uma lesão no joelho, pelo que só se estreou a 1 de outubro contra o Sassuolo, todavia nova lesão haveria de surgir, a 23 de novembro, frente ao Vitesse, partida a contar para a Liga Europa.

Na Série A, tem seis jogos disputados, todos na condição de suplente utilizado, perfazendo um total de 111 minutos. Na Liga Europa, fez três jogos a titular, mas não os terminou, jogando ao todo 173 minutos. O pecúlio de tempo jogado desta época é, portanto, 284 minutos. Para além disso, tem registados um golo e uma assistência.

Manifestamente pouco para alguém que está longe do melhor Nani que se viu quer no Sporting, no Manchester United, no Fenerbahçe ou no Valencia.

Fernando Santos tem estado atento à forma de Nani. Este pode ser o seu último Mundial Fonte: UEFA
Fernando Santos tem estado atento à forma de Nani. Este pode ser o seu último Mundial
Fonte: UEFA

Olhando à idade, este pode ser o seu último mundial, ele que só tem o de 2014 no currículo, pois falhou o de 2010. Motivo? Lesão. Concorrência não falta pelas faixas do ataque no caminho até ao Mundial da Rússia. Ricardo Quaresma, Bernardo Silva, Gelson Martins, Gonçalo Guedes e Bruma! Assim logo de repente nomes que vêm à mente.

A Lazio está em três frentes. Luta pela ‘Champions’ na liga italiana, ‘meias’ da Taça e 16 avos de final da Liga Europa. Há muitos jogos a disputar. Que Nani não conheça o estaleiro nesta meia época. Pode ser a última oportunidade num grande placo internacional.

Foto de Capa: Vavel.com

artigo revisto por: Ana Ferreira

Comentários