Anterior1 de 3Próximo

Cabeçalho Seleção Nacional

Num jogo marcado pela solidariedade e pela revolução nas escolhas de Fernando Santos, a vitória de Portugal foi um ato meramente académico dada a monstruosa diferença de qualidade entre as duas seleções.

A partida não foi vistosa, longe disso. Aos 9 minutos, já um dos ferros da baliza de Al Owais estremecia após remate arqueado de fora da área de João Mário. Ao quarto de hora de jogo é Gonçalo Guedes que, após um canto, falha o golo à boca da baliza.

Fernando Santos tem cada vez mais dúvidas sobre o elenco de 23 a escolher para o Mundial da Rússia 2018 Fonte: FPF
Fernando Santos tem cada vez mais dúvidas sobre o elenco de 23 a escolher para o Mundial da Rússia 2018
Fonte: FPF

Regressado e peça do 11 inicial foi Manuel Fernandes que, após algumas tentativas, chegou mesmo ao golo, aos 32 minutos, servido por um cruzamento de Gonçalo Guedes. Até final da etapa inicial, o avançado do Valencia tentou também fazer o gosto ao pé, o que acabaria por acontecer aos 52 minutos, após passe do entrado ao intervalo Ricardo Pereira.

Após várias mexidas e estreias na principal seleção portuguesa na segunda parte, chegou, e de forma bem merecida, o golo de João Mário que terminou a partida com a braçadeira de capitão e se estreou a marcar pela seleção das quinas.

Anterior1 de 3Próximo

Comentários