Cabeçalho modalidadesNa época de 1989-1990 nasceu a Taça da Liga Profissional, uma taça criada pela Federação Portuguesa de Basquetebol (FPB), à qual foi denominada de Taça Manuel Castelbranco. 5 anos depois, esta competição passou a ser organizada por uma instituição autónoma com o nome de Taça da Liga. No ano de 2008, após a extinção dessa mesma, a competição extingue-se e regressa na época de 2009-2010 a cabo da FPB, com o nome Taça Hugo dos Santos, nome dado como homenagem a um antigo presidente federativo.

Este ano não foi diferente. A competição, que junta os 4 primeiros classificados do campeonato, vai na sua oitava edição e ocorre no Pavilhão Municipal de Sines, onde participaram o SL Benfica, o UD Oliveirense, o FC Porto e o Vitória de Guimarães.

O primeiro jogo deu-se às 15h do dia 10 de fevereiro e confrontava a equipa benfiquista com a equipa vimaranense. Após 3 períodos de completo domínio do Benfica, que conseguiram manter uma diferença de dois dígitos, o Vitória de Guimarães conseguiu reduzir a vantagem e inclusive ficar à frente do marcador. Seguiu-se, a partir desse momento, 6 minutos de um jogo frenético, com várias trocas no resultado, até que, por fim, o Guimarães cedeu e deu a hipótese às águias de vencerem o jogo e garantirem o primeiro lugar para a final.

O jogo frente ao Oliveirense não correu como o esperado Fonte: FC Porto
O jogo frente ao Oliveirense não correu como o esperado
Fonte: FC Porto

Nesse mesmo dia, jogou-se o FC Porto e o UD Oliveirense, que se defrontaram pela terceira vez nesta época. O resultado não causou surpresas e o UD Oliveirense vence, mais uma vez, o clube portista com um resultado de 84-79 em fase complementar, num jogo em que se destacou James Ellisor, responsável por marcar 26 pontos durante a partida.

A final realizou-se no dia seguinte, entre o SL Benfica e o UD Oliveirense. Quando se esperava um jogo de altíssima intensidade, o SL Benfica rompeu com todas as possibilidades de uma aproximação de resultado por parte da equipa de Oliveira de Azeméis e partiu para uma vitória larga e tranquila. O placar apontou 99-85 no final dos 40 minutos e, pela 6ª vez, o Benfica levou a Taça Hugo dos Santos para o museu Cosme Damião.

Foto de Capa: SL Benfica

Artigo revisto por: Rita Asseiceiro

Comentários