Anterior1 de 9Próximo

Numa posição que teve o seu auge nos anos 90 e na década passada, com nomes como Michael Jordan, Kobe Bryant, Dwyane Wade ou Allen Iverson, faltam neste momento grandes ícones que marquem uma geração. Na posição 2 ainda há muito talento, como é óbvio, e começam a surgir jovens de qualidade inegável, mas tirando um ou outro exemplo, poucas são as estrelas que complementam os bases das equipas da NBA neste momento. Ainda assim, vale a pena olhar para quem pode distinguir-se na época que se aproxima.

Anterior1 de 9Próximo

Comentários