Anterior1 de 2Próximo

A primeira vez de Lorenzo que vence com a Ducati, mas mais importante que isso, foi a primeira vez que se ouviu A Portuguesa em Moto2 com a vitória do Miguel Oliveira.

Completou o Circuito de Mugello com 21 voltas e um tempo de 39m42s018, saindo do 11º posto da grelha de partida, fazendo uma corrida perfeita, aproveitando os erros e a assumir o primeiro lugar na última volta, Miguel Oliveira, o dentista, “deu anestesia geral” e venceu; Baldassarri ficou em segundo e Mir acabou o pódio.

Uma corrida onde o português teve um arranque fantástico, passando logo para terceiro e logo na volta seguinte consegue passar para segundo. Várias alterações na frente, com uma grande luta entre Oliveira, Bagnaia e Pasini. No entanto, Oliveira estava muito rápido na reta e assumia quase sempre a dianteira. Até que a 16 voltas do final, Pasini parecia ter levado alguma vantagem e assumia a frente da corrida de forma isolada.

Mas a oito voltas do fim, Pasini teve uma queda e deixou a frente da corrida para Oliveira tendo Baldassarri e Bagnaia logo atrás.

Miguel Oliveira fez soar A Portuguesa no Grande Prémio de Itália
Fonte: Moto GP

Com apenas cinco voltas para o final a frente da corrida ia sendo alternada por Oliveira e Baldassarri. Até que na volta final, Baldassarri comete um erro e o português não perdoa, vencendo uma das melhores corridas de Moto2 dos últimos tempos.

Oliveira obtém 98 pontos e mantém assim o segundo lugar da classificação geral, mas agora com apenas menos 13 pontos que Bagnaia, que lidera com 111 pontos. Baldassarri acaba o pódio geral com 84 pontos.

Não posso deixar de deixar uma menção sobre o relato que foi efetuado na tv brasileira sobre a vitoria do português. Bastante emotivo, com a última volta a ser relatada de uma forma frenética, com várias referências ao hino português. Muito bom, se tiverem oportunidade vão ver que vale a pena.

Anterior1 de 2Próximo

Comentários