Depois de confirmada a saída para a Honda, o espanhol já leva duas vitorias seguidas.
Lorenzo dominou grande parte das 24 voltas do circuito de Barcelona, fez a pole e tinha Marquez e Andrea Dovizioso ao seu lado.

Marquez fez um bom arranque e saltou para a liderança, Iannone em segundo e Lorenzo apenas terceiro. Mas uma volta depois, Lorenzo voltava a assumir a liderança.

E como é hábito quando Lorenzo se vê na frente, a história da corrida não sofre muitas alterações. Marquez ia puxando fazendo inclusive a volta mais rápida, mas a 16 voltas do fim, Dovizioso que ia em terceiro, teve uma queda fazendo o teu terceiro abandono da época.

Assim, provavelmente vimos hoje o miúdo a tornar-se um homem consciente. Marquez, o líder do campeonato, passou a não ter de “arriscar”. Tinha Valentino Rossi no terceiro lugar bem distante, seguia atrás de Lorenzo num bom ritmo de corrida, e percebeu que para revalidar o título de campeão não necessita de vencer todas as corridas. E assim foi, uma corrida morna, sem grandes lutas, com algumas quedas e abandonos, sendo que apenas 13 pilotos acabaram a corrida.

Momento mais quente da corrida
Fonte: Moto GP

Penso mesmo que o momento mais quente foi quando a seis voltas do fim, a moto de Rabat começou a arder tendo sido necessária a intervenção dos comissários para apagar o fogo.

Jorge Lorenzo manteve o mesmo ritmo como lhe é característico até ao final, Márquez tornou-se menos emotivo e mais consciente, e por fim Valentino Rossi a fechar o pódio.

Com isto, Márquez fica com 115 pontos no campeonato, Rossi com 88 segue em segundo e Viñales subiu ao terceiro lugar com 77 pontos trocando com Zarco que tem 73. Lorenzo com esta segunda vitoria sobe para 7.º com 66 pontos os mesmos que o seu companheiro de equipa, Dovizioso e Iannone o piloto da Suzuki.

Rossi, Lorenzo e Márquez compuseram o pódio em Barcelona
Fonte: Moto GP

Em Moto2, o português Miguel Oliveira apesar de ter saído apenas de 17.º continuou a boa prestação dos portugueses ao longo desta semana e levou a sua KTM ao segundo posto da corrida.

Um arranque novamente muito forte fez com que o português de 17.º passasse logo para 7.º da geral e completou mesmo a primeira volta na 5.ª posição. Voltas rápidas atrás de voltas rápidas, até que a 15 voltas do fim, Miguel Oliveira consegue passar o irmão mais novo de Márquez e passou a assumir a liderança. Mas durou pouco pois o ritmo de corrida de Quartararo era muito elevado e a 13 voltas do fim assumiu a liderança e não a voltou a perder.

Fabio Quartararo venceu mesmo a corrida, Oliveira ficou em segundo e Márquez a fechar o pódio. E com o 8.º lugar apenas, o líder do campeonato Bagnaia com 119 pontos fica apenas com mais um ponto que Oliveira, Márquez está em terceiro com 94 pontos e Baldassarri com 93. Vamos mesmo ter campeonato até ao fim com estes quatro na luta.
Curiosidade apenas, Corsi não conseguiu desviar e acabou por derrubar Oliveira já depois da corrida terminar, mas ambos os pilotos estão bem. Corsi recebeu uma punição e vai mesmo sair do último lugar na próxima corrida.

Lorenzo, um relógio suíço
Fonte: Moto GP

Num fim de semana de homenagem a Andrea Pérez, um jovem piloto de 14 anos que na semana passada tinha tido um acidente fatal neste mesmo circuito. A próxima corrida será na Holanda no circuito de Assen no dia 1 de Julho.

Foto de Capa: Moto GP

Comentários