Anterior1 de 3Próximo

A quinta ronda da Taça do Mundo de Carros de Turismo veio a Portugal, mais concretamente ao circuito citadino de Vila Real. Para esta ronda do compeonato, Tiago Monteiro ainda não estava apto para participar, tendo que assistir da bancada as prestações da sua equipa e dos seu colegas portugueses, Egdar Florindo e José Rodrigues, que foram os wildcards escolhidos para representar as cores portuguesas.

Egdar Florindo foi o melhor wild-card português nesta ronda do FIA WTCR
Fonte: Circuito Internacional de Vila Real

A qualificação para a primeira corrida do fim-de-semana mostrou que os dois Volkswagen Gofl TCR da Sebastien Loeb Racing estavam muito bem preparados para o circuito citadino de Vila Real. Robert Huff conquistou a pole position com um tempo de 2:00:924m, seguido do seu colega de equipa, o marroquino, Mehdi Bennani. Norbert Michelisz foi o melhor dos Hyundai I30N TCR na terceira posição, tendo a companhia na segunda linha da grelha do Honda Civic TCR de Yann Ehrlacher. 

Sábado em Vila Real, e a primeira corrida começava. Um grande arranque de Mehdi Bennani viu o marroquino colocar-se ao lado do seu companheiro de equipa nas primeiras curvas, mas também viu os dois tocarem-se, levando os dois às barreiras. Num efeito concertina quase todo o pelotão chocou atrás destes dois. A bandeira vermelha caiu, levando à suspensão da corrida. Num acidente desta dimensão, salve-se que ninguém ficou ferido com gravidade e apenas os dois pilotos que causaram o acidente foram ao hospital como medida preventiva. Outros pilotos ainda passaram pelo centro médico do circuito, mas nada de grave. Assim, a corrida só recomeçou quase duas horas depois, com os comissários a terem que arranjar as barreiras protetoras que ficaram bastante danificadas. No reinício a lista de pilotos que acabou por não recomeçar foi grande: Rob Huff, Mehdi Bennani, Norbert Michelisz, Yann Ehrlacher, Thed Bjork, John Fillipi e James Thompson. 

Anterior1 de 3Próximo

Comentários