O afastamento de Tyron Woodley persiste e, para dar seguimento ao futuro da divisão que este lidera há mais de dois anos, está já a decorrer uma campanha para encontrar um possível sucessor. O evento UFC Fight Night, que será realizado em Liverpool, insere-se precisamente nessa missão.

No próximo dia 27 de Maio estarão frente a frente Stephen “Wonderboy” Thompson e Daren Till. Este duelo é, para Darren Till, uma oportunidade única para afirmar o seu estatuto de atleta sensação da divisão. Enfrentar Wonderboy que, não nos esqueçamos, já desafiou por duas vezes o campeão Woodley, é crucial para o percurso de ascensão de Till, provando aos fãs, mas mais importante que isso, provando a Dana White que tem o que é preciso para enfrentar os melhores, dar espetáculo e ser o futuro.

A vitória de Till frente a Donald “Cowboy” Cerrones foi decisiva no seu percurso
Fonte: UFC

Till não terá tarefa fácil. Wonderboy é experiente e tem muito a perder neste combate. Aos 35 anos, e com tanta e tão jovem concorrência, uma derrota frente ao jovem inglês poderá relega-lo para um segundo plano. O americano enfrentou algumas lesões nos últimos anos, mas a sua última vitória frente a Jorge Masvidal colocou algumas dúvidas na mente daqueles que o davam como acabado.

A ementa deste combate serve um duelo de strickers. Till é um especialista em muay thai e kickboxing, enquanto que Wonderboy tem um longo historial na modalidade karaté. A diferença poderá, por isso, estar dependente do forte jiu jitsu de Till. O jogo no chão de Wonderboy não é propriamente o seu melhor cartão de visita. Também será interessante perceber o nível de intensidade que Till irá imprimir no combate. Será espectável que Wonderboy adote um estilo mais defensivo e explore as brechas no jogo mais dinâmico do rapaz de Liverpool.

O vencedor estará a um ou dois combates de alcançar o título que poderá ficar interinamente na cintura de Rafael dos Anjos ou Colby Convington. Quanto a Woodley… está mais do que na hora de vir reclamar aquilo que é seu!!!

Foto de Capa: UFC

Comentários