Cabeçalho modalidadesNeste último fim-de-semana ficaram conhecidos os quatro apurados para a final four da UEFA Futsal Cup. Para além do nosso representante Sporting CP, um nome que não é surpreendente face a todo o histórico europeu que os leões possuem, há mais três nomes a figurar nesta lista, na qual já sabemos de antemão que não contaremos com o SC Braga que, apesar da excelente imagem deixada na época de estreia, caiu na ronda de Elite.

Por falar no grupo do Sporting de Braga, apresentamos o primeiro classificado do grupo, que… dispensa apresentações. Falamos, pois claro, do Inter Movistar, indubitavelmente um dos conjuntos mais fortes de todo o mundo e que é “apenas” o campeão em título desta competição. A equipa madrilena apresenta uma mistura interessante de jogadores brasileiros e espanhóis, com apenas uma exceção: o nosso Ricardinho, pois claro! Vários jogadores internacionais pelo seus países, uma qualidade de jogo incrível, enfim… Claramente um adversário a evitar, pelo menos na meia-final.

Continuamos com equipas espanholas para apresentar mais um possível adversário do nosso representante, neste caso o FC Barcelona, vice-campeão espanhol em título e uma formação fortíssima, que recentemente jogou a Masters Cup, em Portimão, na pré-temporada, competição que acabou por conquistar após empatar com o SL Benfica (1-1) e levar de vencida o Sporting CP (4-3). Também por o ano passado só ter tombado no quinto jogo do play-off contra o Inter, num jogo emocionante que terminou com a consagração do clube madrileno como campeão no seu reduto (2-1) e de ter uma equipa fenomenal, com a maioria dos jogadores oriundos do seu país, mas com cinco jogadores brasileiros que acrescentam muita qualidade ao plantel blaugrana.

 Sem dúvida a grande surpresa entre os quatro melhores, os húngaros do Gyori ETO
 Fonte: Eto Futsal Club

Sem dúvida a grande surpresa entre os quatro melhores, os húngaros do Gyori ETO

Fonte: Eto Futsal Club

Por último, temos a grande surpresa nesta fase final, o Gyori ETO. A equipa campeã da Hungria surpreende ao entrar nesta fase decisiva da competição, num grupo com o Shalitsa Minsk (BLR), Kherson (UKR) e o grande favorito a passar em primeiro, a equipa italiana do Luparense. O feito do conjunto magiar ganha ainda mais destaque quando observamos que esta formação passou em terceiro lugar na Ronda Principal da UFC, atrás do FC Barcelona e do … Luparense. Desta feita, ganharam os húngaros e seguiram para uma fase completamente nova para eles, sendo que “correm por fora” e teoricamente é o adversário mais desejado pelos restantes clubes, Sporting incluído. No seu plantel contam com um jogador português, o luso-brasileiro Fábio Aguiar e somente mais três jogadores estrangeiros, todos eles de Espanha.

Numa perspetiva idílica, o Sporting calhava contra o outsider húngaro, um adversário teoricamente bem mais acessível quando comparado com os dois representantes espanhóis, mas esse favoritismo tem que ser provado em campo. Esta final a quatro só se disputa lá para Abril, em local ainda a designar pela UEFA no dia sete de Dezembro, de entre Zaragoza (Espanha) e Budapeste (Hungria). Será desta que os verde e brancos conseguem quebrar a maldição e vencer a competição europeia? Veremos, mas eu pessoalmente gostaria de ver outra equipa portuguesa a dominar a Europa do futsal.

Foto de Capa: Sporting CP

Comentários