sl benfica cabeçalho 1A nova “pérola” do Caixa Futebol Campus, como é tratado pela comunicação do Benfica, ainda está longe de o ser, mas que tem muita matéria-prima para lá chegar, não tenhamos qualquer dúvida.

Contando, neste momento, já com alguns minutos de jogo dados por Rui Vitória, parece que João Carvalho quer agarrá-los com unhas e dentes e os resultados têm-se visto nos últimos jogos, nomeadamente, com o Sporting e o Moreirense, onde se faz notar em campo: muito mexido, a dar velocidade ao jogo e muito perfume de futebol. Com o Sporting, especificamente, acabado de entrar, conseguiu um perigoso remate à baliza de Rui Patrício, teve sempre uma atitude muito aguerrida na procura de bola, disputou cada lance com visível vontade de o ganhar e exemplo disso foi a assistência que fez a Jonas, em que conseguiu roubar a bola ao defesa do Moreirense e, com muita calma e classe, passar a Jonas, dando-lhe todas as condições para fazer golo.

Para além de ter a categoria de um numero 10, é lutador, pois nunca desiste de uma jogada, e acrescentando a isso, a qualidade que tem no passe tanto longo como curto, podemos conjeturar um futuro risonho. Mas nem sempre ter qualidade é suficiente para se ser a tal futura “pérola” do Benfica. É preciso muito trabalho, ser forte psicologicamente para aguentar os momentos menos bons e, o mais importante de tudo, manter sempre o foco nos objetivos individuais e coletivos.

Fonte: SL Benfica
Fonte: SL Benfica

Nota-se em campo que o camisola 90 do Benfica está mais maduro, parece-me que o empréstimo ao Setúbal e o trabalho que o José Couceiro fez com ele trouxeram-lhe muita confiança em si próprio. Numa altura em que se diz que os números 10 estão a acabar, até nisso o jovem jogador sofreu uma metamorfose e não revela grandes dificuldades em encostar à esquerda ou à direita, apesar do centro ser o seu sector preferencial. Essa multidisciplinariedade tornou-o num jogador melhor e diferente dos outros.

Para finalizar, não posso deixar de congratular o excelente trabalho feito no Seixal, que nestes dez anos conseguiu com que o clube fosse referência mundial pela sua formação, pela qualidade dos seus jogadores, tornando-os numa mais valia para qualquer equipa.

Os jogadores do Benfica ocupam a grande maioria dos lugares nas seleções jovens e isso deve-se muito ao forte investimento que é feito neles e que muito me orgulha, ainda hoje foi referência no diário inglês The Guardian alias. Relativamente a João Carvalho, só falta o passo seguinte, e que por este andar não tardará em chegar, que é ser primeira opção para o treinador e quem sabe um dia, ter mais colegas da formação a partilhar consigo o campo.

Foto de Capa: SL Benfica

Comentários