O Mundial 2018 está aí ao virar da esquina, os holofotes estão bem longe do Estádio da Luz devido a este festival de futebol que se aproxima, mas não é por isso que temos de deixar de pensar em vermelho e branco.

O Benfica é a equipa portuguesa com mais jogadores no Campeonato do Mundo a representar as respetivas seleções. No total são nove: Salvio, Raúl Jiménez, Ebuehi, André Carrillo, Dawidowicz, Rúben Dias, Zivkovic, Luka Jovic e Seferovic. Com todo o alarido que se tem passado em Alvalade, e estando o defesa lateral do FC Porto, Ricardo Pereira, vendido ao clube inglês Leicester City, a partir de 30 de junho, a consomarem-se as rescisões dos jogadores verde e brancos, o Benfica será também o único clube português representado na seleção portuguesa de futebol. Mas este último ponto, tem em si muitos “ses”, por isso ficará de parte. Vamos, na verdade, falar sobre os nove atletas do clube encarnado que estarão pela Rússia a participar no maior evento do futebol de seleções.

Em primeira instância temos Rúben Dias, o único português da lista, que beneficiou de uma época imperial no centro da defesa encarnada para embarcar para o país de leste sem nunca ter jogado pela seleção portuguesa antes de se iniciarem os jogos de preparação para o Mundial. A estreia pela seleção das quinas foi a 28 de maio frente à Tunísia. Portugal está inserido no grupo B, com Espanha, Irão e Marrocos.

Na lista, estão três jogadores emprestados. Temos Carrillo, a representar a seleção do Perú. Ele que é habitual titular do seu país, esteve emprestado aos ingleses do Watford esta temporada. O Perú está no grupo C, juntamente com França, Austrália e Dinamarca; Dawidowicz, polaco que esteve emprestado ao Palermo e que ainda só representou as águias pela equipa B, na segunda liga, vai representar a Polónia, no grupo H e enfrentar o Senegal, Colômbia e Japão; Jovic, emprestado ao Eintracht Frankfurt, chegou a jogar pelo Benfica, mas não vingou e partiu para a Alemanha. Representará a Sérvia, que está no grupo E, com o recordista de Mundiais, Brasil, Suíça e Costa Rica.

Salvio vai jogar por uma das favoritas, a Argentina, ao lado de Messi e outras grandes estrelas
Fonte: AFA – SELECCIÓN ARGENTINA

Quem vai ser parceiro de seleção de Jovic, será Zivkovic, que foi o trunfo do meio campo na temporada encarnada, após a lesão precoce de Krovinovic. Além disso, haverá um confronto de águias no grupo E, com Seferovic a representar a seleção do grande ‘mais’, a Suíça.

Tal como Carrillo, há mais dois representantes do Benfica de seleções americanas. São os casos de Salvio, que vai fazer parte da turma de Messi, no grupo D onde estão também Islândia, Croácia e Nigéria; e de Raul Jiménez – que a partir de 30 de junho estará emprestado ao Wolverhampton -, representante do México no grupo F, onde está a detentora do título de campeã do mundo, Alemanha, além de Suécia e Coreia do Sul.

Por fim, uma recente contratação, Tyronne Ebuehi – que só será representante encarnado a partir de 30 de junho – é defesa e vai fazer parte da muralha nigeriana no grupo D, do colega de equipa Salvio.

Esperam-se alguns confrontos entre jogadores do Benfica na fase de grupos, e, na eventualidade das respetivas seleções passarem à fase seguinte, mais confrontos se irão esperar. Alguns são titulares indiscutíveis, outros suplentes frequentemente utilizados, e ainda existem estreias pelo país em competições oficiais. Esperam-se grandes golos, fintas, cortes e jogadas, jogos excecionais, mas também jogos precários, erros e falhas. Estaremos a acompanhar este mundial que veste de encarnado.

Foto de Capa: Seleções de Portugal

Comentários