O jovem jogador de vinte e um anos, chegou ao Benfica na época 2012/2013, para jogar nos juvenis do clube. Fez a formação toda, até chegar á segunda liga, onde jogou pela equipa B.

As suas prestações, jogo após jogo, valeram-lhe a titularidade, onde não passou despercebida aos responsáveis do clube, que viam nele, o futuro titular do lado esquerdo da defesa.

Com o lugar tapado por Grimaldo na equipa principal, Yuri Ribeiro foi emprestado ao Rio Ave FC, para ganhar experiência.

Foi no clube da Vila do Conde, que Yuri Ribeiro encontrou o clima perfeito para evoluir enquanto jogador. Um clube com tradição e de grande exigência, proporcionou ao jovem lateral, o estofo necessário para jogar na primeira liga. Mas foi pelas mãos do treinador, Miguel Cardoso, que o jogador encontrou o alicerce perfeito para a sua evolução dentro de campo.

Num âmbito ainda de formação/formatação de jogador, Miguel Cardoso foi capaz de extrair todas as valências que faziam de Yuri Ribeiro um jogador de qualidade, com um futuro próspero. Diferente do perfil ideal que hoje tanto se procura num lateral, o jovem português, dependerá sempre do contexto onde estiver inserido para mostrar valor em campo.

Isto porque, para sobressair as suas qualidades individuais, tem de haver sempre alguém que consiga introduzir todas as variantes enquadradas ao seu estilo de jogo, para que possa ter sucesso. Se imaginarmos que Rui Vitoria poderá capaz de entregar a Yuri Ribeiro todas as condicionantes necessárias para que possa exibir-se em campo a bom nível, teremos, com certeza, uma ótima aposta para a próxima época.

O jovem lateral protagonizou um dos melhores golos da Primeira Liga
Fonte: Rio Ave FC

Yuri Ribeiro é um lateral com características diferentes. Longe daqueles autênticos “comboios”, que fazem o corredor lateral, em constantes “vai e vem”. Enquadra-se mais num jogador semelhante a Grimaldo. Um jogador bom tecnicamente, que sabe sempre onde e quando colocar a bola.

Muito criterioso nas suas ações, onde muitas vezes procura ligar o seu jogo pelo corredor central, entrando muito bem nos espaços entre linhas adversarias para procurar o passe. Muito seguro também nas suas abordagens aos lances, periodizando sempre com a maior das cautelas.

A contar com as saídas de Eliseu e de Grimaldo, o Benfica edição 2018/2019, terá o seu lado esquerdo da defesa, completamente reformulado. A luta pela titularidade será renhida, mas também terá condicionantes saudáveis para que possa haver uma boa disputa pelo o lugar no onze inicial.

Um ano depois, o jovem lateral de vinte e um anos, volta ao Benfica, onde já renovou contrato por cinco anos. Conhecendo bem os cantos á casa, Yuri Ribeiro sabe o que tem de fazer para alcançar os seus objetivos.

Foto de Capa: SL Benfica

Comentários

Artigo anteriorCarta Aberta a João Matos
Próximo artigoOs 10 grandes nomes que não estarão no Mundial de 2018
Desde de 1993 que a cor que lhe corre nas veias é vermelha e branca! Quando era mais novo, chegou a jogar no clube rival de Lisboa, mas nunca escondeu que o seu grande amor era o Glorioso. Tem uma enorme admiração pelo Liverpool FC. Gostava de um dia ir a Anfield Road e cantar bem alto a canção que imortalizou os Gerry & The Pacemakers: "You'll Never Walk Alone!" A dar os primeiros passos como treinador de futebol, o seu maior sonho é treinar o clube de coração e alma, o Sport Lisboa e Benfica.                                                                                                                                                 O João escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.