Com um bom início de época, o FC Porto tem vindo ao longo dos jogos a desenhar aquela que deve ser vista como a equipa que pode dar mais garantias a Sérgio Conceição, a começar pela reintegração de Marega e a recuperação de Danilo Pereira. Para além destas novas opções para o onze portista, também a discussão pela titularidade do defesa ao lado de Felipe continua aberta.

Depois do bom arranque de época e face à ausência do lesionado Mbemba, Diogo Leite mereceu a confiança do técnico portista e agarrou um lugar no onze nos primeiros jogos da época, demonstrando maturidade e segurança para um jogador ainda em fase de evolução, visto que conta apenas 19 anos de idade. Apesar de ser visto como uma mais-valia para o plantel, não é ainda visto como um jogador com experiência para jogos de grande dificuldade, sobretudo numa fase em que está prestes a iniciar-se a fase de grupos da Liga dos Campeões.

Com apenas 20 anos, Militão mereceu também a confiança de Sérgio Conceição para o jogo com o Moreirense, estando em destaque pela confiança e sobretudo, agressividade que Diogo Leite ainda não possui.

Diogo Leite já marcou este ano com a camisola dos dragões
Fonte: FC Porto

Para além disso, a recente chamada à principal seleção brasileira é também um fator de visibilidade que oferece desta forma um estatuto mais importante ao jovem brasileiro.

A poucos dias do arranque da Taça da Liga, na qual o FC Porto vai enfrentar o GD Chaves, resta saber quais serão as opções de Sérgio Conceição para o centro da defesa, que conta com Felipe como indiscutível. Com Mbemba lesionado, Diogo Leite e Militão lutam por uma vaga no onze que pode ser vista como um indicador importante nas opções do técnico azul e branco.

Foto de Capa: FC Porto

artigo revisto por: Ana Ferreira

Comentários