Anterior1 de 3Próximo

Casa cheia no Dragão e sem grandes surpresas no onze portista, o FC Porto começou desde cedo a mostrar que ia mandar no jogo, superiorizando-se em praticamente todos os momentos dos 90 minutos.

Com o título cada vez mais perto, a equipa portista inaugurou o marcador logo à passagem do minuto 6 através de Moussa Marega após um cabeceamento de Tiquinho Soares defendido pelo guarda-redes Cristiano. Marcano viria a aumentar a vantagem ao minuto 12 depois de um canto cobrado por Alex Telles, aumentando assim o número de golos marcados esta época de pontapé de canto. À entrada para o minuto 15, Brahimi ampliou para 3-0 a vantagem dos azuis e brancos e ditou como praticamente certa as aspirações da equipa do Bonfim em conseguir pontuar no Estádio do Dragão.

Com os Dragões sempre por cima durante todo o jogo, o Vitoria de Setúbal conseguiu ainda reduzir à entrada da meia hora para 3-1 através de João Amaral. Com o final da primeira parte, o FC Porto foi para o balneário com uma vantagem de 4-1, após mais um golo de Jesús Corona.

A equipa azul e branca entrou forte no jogo
Fonte: FC Porto

Com o início da segunda parte, os azuis e brancos limitaram-se a gerir o resultado e serem mais uma vez superiores em relação ao adversário, vencendo o jogo por 5-1, com o quinto golo a ser marcado por Alex Telles de livre direto.

Um jogo controlado desde o primeiro ao último minuto que vem a consolidar ainda mais as aspirações dos dragões rumo à conquista do campeonato nacional.

Foto de Capa: FC Porto

Anterior1 de 3Próximo

Comentários