sporting cp cabeçalho 2

Mais uma jornada vivida a um ritmo alucinante. Com tantas euforias, quase pensei estar mergulhado num vulcão em atividade. Se a forma como os adeptos vibraram com a marcha do marcador fosse equivalente a um quilo perdido, metade da população em Portugal era anorética.

Uma equipa candidata ao título português não deve permitir que uma equipa, teoricamente mais fraca, consiga empatar um jogo depois de uma desvantagem de dois golos. Por mais que custe admitir, a estrelinha que tem faltado nos anos anteriores parece ter brilhado tanto que ofuscou todos os habitantes da Cidade da Feira. O empate seria o resultado mais justo e aceitável – um prémio pela entrega dos pupilos de Nuno Manta. Por outro lado, a frieza do gigante holandês veio dar mais três importantíssimos pontos ao conjunto leonino. Um verdadeiro “aguenta coração”! Mais de metade daqueles que assistiam ao jogo baixaram a cabeça, outros fizeram figas, uns tantos foram rezar o terço. Eu, simplesmente, fiquei atrás do sofá à espera da notificação do telefone. Foi um grito eufórico de quem já viu muitos campeonatos perdidos com jogos deste género.

Bas Dost, com frieza, marcou o golo da vitória frente ao Feirense Fonte: Sporting CP
Bas Dost, com frieza, marcou o golo da vitória frente ao Feirense
Fonte: Sporting CP

Cinco jogos, cinco vitórias, um arranque promissor que sugere um campeonato simplesmente empolgante e emocionante. FC Porto e Sporting colocados no topo, com SL Benfica logo à espreita. Bastantes ansiolíticos irão esgotar, com certeza, ao longo da época. O cabeleireiro da dona Cátia Vanessa, em Massamá, já tem mais uma sessão marcada para retocar as madeixas de Coentrão: o português ficou fora da convocatória e ficará a recuperar da mazela sofrida na selecção nacional. No seu lugar tem estado Jonathan Silva. O defesa argentino ainda tem algo a melhorar, faltando o entrosamento com Acuña. O Olympiacos irá, com certeza, explorar esta fragilidade leonina, colocando jogadores como Sebá ou Pardo nesta ala. O Sporting terá, obrigatoriamente, de se sujeitar a dobras aos laterais, com William e Battaglia a servirem de pronto socorro.

É também expectável que Jorge Jesus faça uma ou outra alteração, porém, a defesa parece-me o sector mais difícil de ser mudado. Doumbia deverá ser aposta e é possível que outra alteração seja protagonizada. Assim sendo, o onze possível para o jogo desta terça-feira deverá ser composto da seguinte forma: Rui Patrício; Piccini, Coates, Mathieu e Jonathan; Battaglia, William Carvalho e Bruno Fernandes; Iuri Medeiros ou Acuña, Doumbia ou Bast Dost e Gelson Martins.

Em Atenas, rumo à vitória Fonte: Sporting CP
Em Atenas, rumo à vitória
Fonte: Sporting CP

O coração irá vibrar mais uma vez, mas o ritmo cardíaco não irá atingir os mesmos picos que um jogo com vídeo árbitro. O grau de dificuldade é elevado, no entanto, a equipa leonina reúne mais condições – e soluções – para vencer os gregos. É importante começar com uma vitória em Atenas.

Foto de Capa: Sporting Clube de Portugal

Artigo revisto por: Francisca Carvalho

Comentários